Cheio de dicas e estratégias para a prova de concurso público, não é? E com relação àquilo que vai comer antes e durante a prova? Confira a lista dos alimentos inimigos dos concurseiros

 

19 de julho de 2018

 

Você está por dentro importância que tem os alimentos para um concurso? Além de estratégias de como tornar as questões mais fáceis antes, tentar se manter calmo apesar da pressão e ser o mais direto possível nas questões dissertativas… uma dica importantíssima para quem vai prestar prova de concurso público é com relação ao que comer antes e durante a prova.

Dessa maneira, é possível perceber que a alimentação exerce papel de influência fundamental no desempenho das pessoas durante as provas, mas não somente durante elas, antes também.

VOCÊ SABIA QUE EXISTEM ALIMENTOS QUE AJUDAM A MANTER A CONCENTRAÇÃO?

A alimentação balanceada tem grande importância no o equilíbrio do organismo e resulta em disposição para realização das atividades mentais diárias.

Todos os hábitos de alimentação saudável devem ser praticados para que o cérebro funcione com a melhor performance.

Você sabia sobre a tamanha importância que tem os alimentos para um concurso? Além de estratégias como fazer as questões mais fáceis antes, tentar se manter calmo apesar da pressão e ser o mais direto possível nas questões dissertativas... uma dica importantíssima para quem vai prestar prova de concurso público é com relação ao que comer antes e durante a prova.

MAS FIQUE ATENTO!!!

Açúcar é o principal combustível usado pelo cérebro mas é necessário saber qual o melhor tipo, a melhor quantidade e a melhor hora para seu consumo. Consumir muito açúcar “simples” significa aumentar a quantidade deste nutriente no sangue. O excesso se transforma em gordura abdominal e vai produzir hiperatividade e dificuldade de concentração. Por outro lado o consumo pequeno demais pode causar cansaço, irritabilidade.

Então para balancear de forma ideal os açúcares no sangue é necessário fazer o consumo de alimentos com baixo índice glicêmico, ou seja, alimentos que aumentem o açúcar no sangue de forma gradual. Muito cuidado com os lanches vendidos em porta de local de prova, na maioria das vezes, chocolate, biscoitos doces, balas, etc… são alimentos ricos em açúcar simples que causam hiperatividade e falta de concentração.

www.natue.com.br/natuelife/alimentos-com-baixo-indice-glicemico.html

 Fibras consuma carboidratos, mas dê preferência aos alimentos integrais, que são ricos em fibra e proporcionam saciedade prolongada e regularidade no trânsito intestinal.

www.dietaeboasaude.com.br/alimentos-com-fibras-para-emagrecer/

Para ajudar a manter a concentração nesse período de cansaço e estresse, é recomendada a ingestão de produtos que sejam fonte de magnésio, zinco, selênio e vitamina B. Um exemplo disso é a famosa dupla de banana com cereais. O ômega 3 também é ótimo para estimular a sua memória.

O QUE COMER ENTÃO?

– Antes da Prova

Prefira alimentos fibrosos, ricos em fibras solúveis. Basicamente, esse tipo de nutriente transforma-se em uma espécie de gel no estômago. Isso faz com que a pessoa se sinta mais saciada, pois esse gel demorará para ser digerido. A maçã, por exemplo, é um dos alimentos ricos em fibras.

Ao consumir tais alimentos antes da prova, o seu estômago ficará abastecido e você não sentirá fome. Afinal de contas, as provas de concursos são bem extensas, e consequentemente a fome pode atrapalhar bastante.

Não faça refeições pesadas, pois elas exigem muita energia para a digestão e acabam deixando você sonolento, prejudicando a leitura e interpretação das questões. Além disso, evite alimentos muito gordurosos: eles retardam o esvaziamento gástrico e dão sono. Evite também coisas com muito sal, como batata frita. Isso só vai aumentar a sua sede e causar desconforto durante a prova.

Mesmo que você seja do tipo que não consegue comer quando está ansioso(a), esforce-se para fazer uma refeição leve. Estômago vazio pode resultar em hipoglicemia (baixa taxa de glicose no sangue), ocasionando sonolência e dificultando a concentração, além de dar tontura, dor de cabeça, queda na pressão e fraqueza.

– Durante a Prova

+ É recomendado que se leve frutas, água e um chocolate 70% cacau, que é um estimulante poderoso, porque o tradicional tem muito açúcar e gordura trans.

+ Levar água para o local de prova em vez dos sucos e refrigerantes, pois bebidas açucaradas são de fácil digestão e estimulam a fome. E ficar incomodado porque está com fome bem no finalzinho da prova só vai prejudicar o seu rendimento.

+ Quem sofre de pressão baixa costuma ter o problema com mais frequência quando faz calor, portanto tome muita água, a hidratação é muito importante para manter uma boa pressão e evitar que a pessoa passe mal.

+ Quem costuma ter dor de barriga quando está nervoso, evite alimentos que você já sabe que pioram este quadro, como mamão, leite, ameixa, uva e iogurtes. E opte pelos opostos: maçã, banana maçã, limão, batata…

+ Dentre os alimentos que dão energia em dias de prova, estão biscoitos de água e sal, pão integral, barrinhas de cereal (que não sejam muito doces), torradas, frutas secas ou frescas, conforme sua preferência.

+ Os energéticos não são muito recomendados, pois mantêm o estado de alerta temporariamente. Quando o efeito da bebida passa, aumenta a sensação de cansaço. Se ainda assim você prefere ingeri-los, consuma os estimulantes naturais à base de ginseng, guaraná ou gengibre, que não são tão agressivos.

– Após a Prova

É recomendado que, para provas de mais de um dia de duração, como é o caso de muitos concursos públicos, os participantes comam coisas saudáveis e que sejam fonte de energia para o cérebro, para que possam fazer o segundo dia da prova com a mesma tranquilidade que fizeram o primeiro.

Seguindo as dicas do que comer antes, durante e depois da prova… a sua experiência com elas será muito mais tranquila.

 – Confira a lista dos alimentos inimigos dos concurseiros

+ Barrinha de cereal e chocolate ou doces, uma vez que esses alimentos possuem muito açúcar e o excesso desse pode causar perda do foco e algum desconforto gastrointestinal, além de que o excesso de carboidrato pode até mesmo dar sono.

+ Alimentos que vc já sabe que não caem bem em seu organismo ou não está muito acostumado, então tente se manter em alimentos comuns e rotineiros para você.

+ Comidas pesadas e industrializados, pois isso resulta no fato de a circulação ser preferencial na região da digestão o que diminui o fluxo cerebral causando mais cansaço mental, físico e também causando sono.

+ Para quem não está acostumado com o café ele pode juntar-se ao nervosismo e causar um desarranjo intestinal durante a prova. Uma saudável alternativa para o café, nesse caso, é o chá verde.

+ Ingerir alimentos com excesso de sal também devem ser evitados, pois eles dão sede, e isso causa um grande desconforto durante a execução da prova. Entre os principais alimentos ricos em sódio, podemos citar o frango frito, o presunto, todos os tipos de queijo, o macarrão instantâneo, dentre outros.

É de extrema importância que as pessoas fiquem de olho no que comem, pois cada alimento tem um efeito no corpo de cada pessoa.

 Com essas orientações, desejamos que os candidatos aprendam essa outra “fase” de preparação, que é tão importante quanto estudar. Sucesso a todos!!

Deixe seu comentário ou sua dúvida. Nós, os Tag Team, responderemos pra vcs!!

Referências:

ALBACETE, Vanessa. Nutricionista clínica da LC Restaurantes.
OLIVEIRA, Gabriel Bueno de. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva ISSN 1981-9927 versão eletrônica.
PRADO, Ana. guiadoestudante.abril.com.br
www.concursosnobrasil.com.br

Márcio Emídio / Evandro Tersi

Tag Team

19 de julho de 2018

 

Comente, sugira e participe:

 

Os campos com (*) são obrigatórios e seu email não será publicado