Antes de fazer sua prova para a área de construção e outras similares, dê uma checada em nosso Blog e descubra as principais diferenças entre concreto armado e protendido

 

23 de outubro de 2017

 

Concreto Armado e Protendido

Pensando na importância do tema para os concursos de ajudante de manutenção, de sistemas e ajudante geral e outros mais que digam respeito sobre construção, fizemos um post caprichado para auxiliá-lo nos estudos.

O concreto é um material empregado largamente na construção de edifícios, pontes, túneis, etc. A sua utilização como material de construção remota a época dos romanos, quando era utilizado um material semelhante. O seu emprego se diversifica na medida em que se desenvolve indústria do cimento.

O concreto é um material resistente a compressão, ou seja, se eu aplicar uma força pra deslocar o concreto no mesmo sentido que a força aplicada ele não move.

Componentes

O concreto é uma mistura de quatro constituintes

1) Cimento Portland (aglomerante)

2) Areia (agregado miúdo)

3)  Pedra britada ou pedregulho (agregado graúdo)

4) Água

A proporção com que entram na mistura se denomina traço e depende das características e da natureza do trabalho a realizar.

Denomina-se concreto armado as estruturas que contém armaduras de ferro envolvidas por concreto.

Trata-se de um material resistente a compressão, ou seja, se eu aplicar uma força pra deslocar o concreto no mesmo sentido que a força aplicada ele não move. Porém o concreto não é resistente a tração, ou seja, se eu aplicar uma força em sentido oposto ao meu movimento, ele se rompe. Por isso faz-se uso de armaduras de ferro que são resistentes a tração, fazendo o “casamento” perfeito e transformando o concreto no material mais resistente que existe.

A diferença entre concreto armado e protendido

fonte: http://engenheirodevida.blogspot.com.br

A principal diferença entre o armado e o protendido está relacionada à condição das armaduras empregadas em seu interior.

No protendido, o aço sofre o processo de protensão, ou seja, o aço sofre um pré-alongamento causado por forças de tração nas suas extremidades, feitas por macacos hidráulicos. As peças de aço são colocadas em posição opostas as forças permanentes. Essa tração causa ainda a compressão da peça de concreto. Ao atingirem a resistência de tração de projeto, a peça de concreto é ancorada e mantida comprimida e tracionada. Dessa maneira, ela recebe esforços opostos ao que sofrerá em serviço. Dessa maneira, o concreto é dito protendido. Fazendo com que a estrutura se torne mais resistente.

No armado, mais conhecido, as barras de aço são envoltas de concreto. As barras de aço são colocadas nas seções da peça em que as forças de tração são maiores que as de compressão.

O uso

O concreto armado é mais barato e de fácil aplicação em relação ao protendido. É muito usado em obras como edifícios de qualquer natureza e pontes e viadutos com vãos pequenos (não ultrapassando 20 m).

Já o protendido é usado em vãos maiores, principalmente em pontes e prédios que possuem vão grandes entre os pilares. O custo do concreto e do aço são mais caros, já que eles devem ser mais resistentes.

Graças ao  protendido diversas obras foram possíveis como o do famoso arquiteto Oscar Niemeyer.

Museu do Olho em Curitiba

Fonte: http://blogbethsarubbi.blogspot.com.br

O  protendido possui vantagens como a de utilizar menos concreto e aço na sua constituição, menos fissuração em relação ao  armado e pilares e vigas mais esbeltos.

Curta e compartilhe!!!

“As Pessoas são Solitárias porque constroem muros ao invés de pontes”

Pequeno Príncipe

Referências
NBR 6118 / NBR 14931
http://engenheirodevida.blogspot.com.br/2016/07/qual-diferenca-entre-concreto-armado-e.htmlhttps://pt.wikipedia.org/wiki/Pit%C3%A1goras
imagem destacada – http://colorlava.com

Tutora Roberta Amorim

23 de outubro de 2017

 

Comente, sugira e participe:

 

Os campos com (*) são obrigatórios e seu email não será publicado