Os Tipos de Discurso e as mudanças que ocorrem na frase

Por Maxi Educa 23 ago 2018 - 3 min de leitura
3 min

Há três tipos de discurso, ou seja, três maneiras principais de reproduzir a fala das personagens: o discurso direto, o discurso indireto e o discurso indireto livre.

Num texto, as personagens falam, conversam entre si, expõem ideias. Quando o narrador conta o que elas disseram, insere na narrativa uma fala que não é de sua autoria, cita o discurso alheio.

Há três tipos de discurso, ou seja, três maneiras principais de reproduzir a fala das personagens: o discurso direto, o discurso indireto e o discurso indireto livre.

Vamos ver quais são as marcas específicas de cada Tipo de discurso

 

Discurso Direto

 As marcas deste tipo são:

– A fala das personagens é, de princípio, anunciada por um verbo (disse e interrompeu no caso do filho e perguntou e começou a dizer no caso do pai) denominado “verbo de dizer” (como: recrutar, retorquir, afirmar, declarar e outros do mesmo tipo), que pode vir antes, no meio ou depois da fala das personagens (no nosso caso, veio depois);

– A fala das personagens aparece nitidamente separada da fala do narrador, por aspas, dois pontos, travessão ou vírgula;

– Os pronomes pessoais, os tempos verbais e as palavras que indicam espaço e tempo (por exemplo, pronomes demonstrativos e advérbios de lugar e de tempo) são usados em relação à pessoa da personagem, ao momento em que ela fala diz “eu”, o espaço em que ela se encontra é o aqui e o tempo em que fala é o agora.

 

Discurso Indireto

As marcas deste tipo são:

– As falas das personagens também vêm introduzidas por um verbo de dizer;

– As falas das personagens constituem oração subordinada substantiva objetiva direta do verbo de dizer e, portanto, são separadas da fala do narrador por uma partícula introdutória normalmente “que” ou “se”;

– Os pronomes pessoais, os tempos verbais e as palavras que indicam espaço e tempo (como pronomes demonstrativos e advérbios de lugar e de tempo) são usados em relação ao narrador, ao momento em que ele fala e ao espaço em que está.

 

Passagem do Discurso Direto para o Discurso Indireto

 No que se refere aos tempos, o mais comum é o que o verbo de dizer esteja no presente ou no pretérito perfeito. Quando o verbo de dizer estiver no presente e o da fala da personagem estiver no presente, pretérito ou futuro do presente, os tempos mantêm-se na passagem do discurso direto para o indireto. Se o verbo de dizer estiver no pretérito perfeito, as alterações que ocorrerão na fala da personagem são as seguintes:

Joaquim disse: – Compro tudo isso.

– Joaquim disse que comprava tudo isso.

 Joaquim disse: – Comprei tudo isso.

– Joaquim disse que comprara tudo isso.

 Joaquim disse: – Comprarei tudo isso.

– Joaquim disse que compraria tudo isso.

 

Discurso Indireto Livre

 Para perceber melhor o que é o discurso indireto livre, confrontemos uma frase no discurso direto com a correspondente em discurso direto e indireto:

 

– Discurso Indireto Livre

Estava direito aquilo?

 

– Discurso Direto

Fabiano perguntou: – Está direito isto?

 

– Discurso Indireto

Fabiano perguntou se aquilo estava direito

 Essa forma de citação do discurso alheio tem características próprias que são tanto do discurso direto quanto do indireto. As características do discurso indireto livre são:

– Não há verbos de dizer anunciando as falas das personagens;

– Estas não são introduzidas por partículas como “que” e “se” nem separadas por sinais de pontuação;

– O discurso indireto livre contém, como o discurso direto, orações interrogativas, imperativas e exclamativas, bem como interjeições e outros elementos expressivos;

– Os pronomes pessoais e demonstrativos, as palavras indicadoras de espaço e de tempo são usadas da mesma forma que no discurso indireto. Por isso, o verbo estar, do exemplo acima, ocorre no pretérito imperfeito, e não no presente (está), como no discurso direto. Da mesma forma o pronome demonstrativo ocorre na forma aquilo, como no discurso indireto.

http://www.dalmirjunior.com.br/2011/07/como-surge-uma-fofoca.html

Não se esqueça de contar para os seus amigos sobre nosso blog! Pratique o discurso!

Curta e compartilhe!

Tutora: Ayeda Sanches

 

 

Compartilhe
Qual sua dúvida ou comentário sobre esse conteúdo?

Os campos com (*) são obrigatórios e seu email não será publicado

Quer receber notícias sobre Concursos Abertos? Cadastre-se em nossa newsletter


Sobre nós

Somos o Instituto Maximize de Educação, uma empresa especializada na preparação de Apostilas em PDF e Cursos Online para Concursos Públicos e Vestibulares.

Saiba mais