Tabelas-Verdade, onde utilizarei isto em minha vida? Parte I.

 

22 de dezembro de 2017

 

Se você já parou para pensar e disse, “mas onde eu vou utilizar Tabela-Verdade em minha vida?”. Saiba que não está sozinho meu caro. Porém seus problemas acabaram, hoje darei um sentido para a utilização de Tabela-Verdade em sua prova e sua vida.

Vamos iniciar com um breve conceito histórico, A lógica advém da Filosofia, portanto não podemos falar de lógica sem citar Aristóteles (384-322 a. C.) a quem se atribui mais este ramo do saber.

Segundo o filósofo austríaco Karl Poppev (1902-1994), “as fronteiras entre a Matemática e a Lógica nunca foram demarcadas. Não sabemos onde termina a Matemática e começa a Lógica, e reciprocamente” e também o célebre pensador Bertrand Russell (1872 -1970) afirmou que “hoje, Matemática é Lógica, Lógica é Matemática”.

Portanto pessoal, é fato que a Lógica é de uso de quem calcula, tanto quanto é de quem fala, por exemplo em um tribunal, na interpretação das palavras. Assim, irá se sobressair quem conhece o caminho numérico e também o caminho da lógica de argumentação.

Um pouco mais a respeito da tabela-verdade

Se trata de uma tabela mediante a qual se analisa os valores lógicos das proposições compostas.

Mas proposição nada mais é que um conjunto de palavras ou símbolos que expressam um pensamento ou uma ideia de sentido completo. Assim, as proposições transmitem pensamentos, isto é, afirmam, declaram fatos ou exprimem juízos que formamos a respeito de determinados conceitos ou entes.

Elas devem possuir além disso:

– um sujeito e um predicado;

– e por último, deve sempre ser possível atribuir um valor lógico: verdadeiro (V) ou falso (F).

Preenchendo esses requisitos estamos diante de uma proposição.

Vejamos alguns exemplos:

– Júpiter é o maior planeta do sistema Solar

Analisando temos:

– Quem é o maior planeta do sistema Solar? Júpiter, logo tem um sujeito e um predicado;

– É uma frase declarativa (a frase informa ou declara alguma coisa) e;

– Podemos atribuir um valor lógico V ou F, independente da questão em si.

Proposições simples (ou atômicas): são formadas por um única oração, sem conectivos, ou seja, elementos de ligação. Representamos por letras minusculas: p, q, r,… .

Exemplos:

O céu é azul.

Hoje é sábado.

Proposições compostas (ou moleculares): possuem elementos de ligação (conectivos) que ligam as orações, podendo ser duas, três, e assim por diante.

Exemplos:

O ceu é azul ou cinza.

Se hoje é sábado, então vou a praia.

Estão entendendo até agora?

 

Sentença aberta:  quando não se pode atribuir um valor lógico verdadeiro ou falso para ela (ou valorar a proposição!), portanto, não é considerada frase lógica. São consideradas sentenças abertas:

a) Frases interrogativas: Quando será prova? – Estudou ontem? – Fez Sol ontem?

b) Frases exclamativas: Gol! – Que maravilhoso!

c) Frase imperativas: Estude e leia com atenção. – Desligue a televisão.

d) Frases sem sentido lógico (expressões vagas, paradoxais, ambíguas, …): “esta frase é verdadeira” (expressão paradoxal) – O cavalo do meu vizinho morreu (expressão ambígua) – 2 + 3 + 7

Portanto repare que para entender como se monta uma tabela-verdade e resolver um problema lógico utilizando-a é necessário todo um conceito de proposição e de operadores lógicos, porém este é o assunto para o nosso próximo blog.

Agora vamos fazer alguns exemplos e exercícios.

Vamos exercitar a mente???

Se você já parou para pensar e disse, “mas onde eu vou utilizar Tabela-Verdade em minha vida?”. Saiba que não está sozinho meu caro.

(PM/RR – Soldado da Polícia Militar UERR) Uma sentença aberta pode ser transformada numa proposição se for atribuído valor a uma variável. Dada a sentença aberta p(y): y2 > 10, assinale o valor a ser atribuído para tornar a proposição p(y) verdadeira:

(A) x = 4

(B) y = -2

(C) y = 1

(D) x = 0

(E) y = 5

Resposta: E

 Resolução

 Analisando as alternativas:

A) x = 4, errado pois não temos a variável x.

B) y = -2, errado, pois −22 = 4 < 10

C) y = 1, errado, pois 12 = 1 < 10

D) x = 0, não temos a variável x.

E) y = 5, correto. 52 = 25 > 10

EXERCÍCIOS

 1 – (Pref. Tanguá/RJ- Fiscal de Tributos – MS CONCURSOS/2017) Qual das seguintes sentenças é classificada como uma proposição simples?

(A) Será que vou ser aprovado no concurso? 

(B) Ele é goleiro do Bangu.

(C) João fez 18 anos e não tirou carta de motorista.

(D) Bashar al-Assad é presidente dos Estados Unidos.

2 – (IF/PA- Auxiliar de Assuntos Educacionais – IF/PA/2016) Qual sentença a seguir é considerada uma proposição?

(A) O copo de plástico.

(B) Feliz Natal!

(C) Pegue suas coisas.

(D) Onde está o livro?

(E) Francisco não tomou o remédio.

RESPOSTAS

1. D / 2. E

A resolução estará no nosso próximo blog sobre tabela-verdade, não deixe de conferir.

Que a força esteja com vocês!

Fonte:http://s2.glbimg.com/DFMqlvcGrWqiKHJrKabQskXSoiY=/620×430/e.glbimg.com/og/ed/f/original/2012/03/15/jedi.jpg

E ai, gostou? Compartilha!!!

Deixe seu comentário e sugestão, queremos saber sua opinião!

Se tiver alguma sugestão de tema para abordarmos, por gentileza mande que nós escreveremos sobre. =)

Um grande abraço e bons estudos!

Fonte da imagem destacada: https://www.pictastar.com/tag/noteimporta

 Tutor Mário Vicente Ferrara

22 de dezembro de 2017

 

Comente, sugira e participe:

 

Os campos com (*) são obrigatórios e seu email não será publicado