Deguste conhecimento relembrando com a gente o que são os Fenômenos Químicos e Físicos

 

17 de maio de 2018

 

Fala Galera, tudo beleza? No blog de hoje vamos relembrar as definições do que são os fenômenos químicos e fenômenos físicos. (Spoiler: Os químicos são mais legais).

Então vamos lá. Primeiro, qual a definição de Fenômeno? Esse cara?

 Fala Galera, tudo beleza? No blog de hoje vamos relembrar as definições do que são os fenômenos químicos e fenômenos físicos.

Brincadeiras à parte, a ideia de fenômeno são modificações (transformações) que ocorrem na matéria. Lembrando, essa palavra também é utilizada como classificação de algo incrível, magnífico ou formidável, porém o objetivo desse blog é trazer a parte científica dos fenômenos.

Assim, são exemplos de fenômenos: a transformação da água em estados físicos diferentes, a queima de um papel, o amadurecimento de um alimento, a demolição de um prédio, dentre outros.

Os Fenômenos podem ser classificados em Químicos ou Físicos. Passamos à análise:

1 – Fenômeno Físico

É aquele que não altera a estrutura ou a constituição da matéria. Por exemplo, se amassarmos um papel, ele apenas mudará seu formato, no entanto, continuará sendo papel, isto é, tendo a mesma composição química.

São considerados fenômenos físicos, as mudanças de estados físicos da água, e são divididas em 5 processos conforme esquema a seguir:

Imagem – Estados Físicos

 Fácil né? Portanto no exemplo que usamos, a água vai continuar sendo água, ela estando sólida, liquida ou gasosa.

 2 – Fenômeno Químico

Diferente do fenômeno físico, o químico é aquele que altera a estrutura da matéria, ou seja, sua composição, onde os átomos reagem e se rearranjam transformando-se de uma substância em outra.

Por exemplo, o etanol (álcool comum) reage com o oxigênio do ar, entrando em combustão. Essa é uma reação química, que se for completa, origina gás carbônico e vapor de água. Sua equação é dada por:

C2H5OH(l) + 3 O2(g) → 2 CO2(g) + 3 H2O(v)

Etanol Gás Oxigênio Gás Carbônico Água

Todo fenômeno químico ocorre acompanhado de uma variação de energia, ou melhor, a transformação na composição da matéria implica necessariamente uma liberação ou absorção de energia.

Fenômenos químicos que ocorrem com liberação de energia são denominados exotérmicos. A matéria que resulta de uma transformação exotérmica em geral é mais estável que aquela que lhe deu origem.

Fenômenos Químico Exotérmico

Note que essa definição se refere ao saldo de energia da matéria transformada em relação ao meio ambiente após o fenômeno químico ter sido concluído, já que todos os fenômenos químicos necessitam de um fornecimento externo de energia – que pode variar de muito grande a muito pequeno – para serem desencadeados.

Por exemplo, para desencadear a combustão ou queima do papel, é necessário um fornecimento externo de energia, tipo:

 Ok exagerei um pouco, mas resumindo: Toda combustão só se inicia a partir de um fornecimento externo de energia.

 

Obs.: O fogo é uma emissão simultânea de calor e luz, que acompanha determinadas transformações químicas. Quando colocamos fogo em um papel, estamos fornecendo energia térmica e luminosa(radiante). A energia liberada na combustão é muito maior do que a energia que foi absorvida para desencadear a queima.

No entanto, o saldo de energia para o meio ambiente depois da combustão(queima) do papel é positivo, ou seja, a combustão do papel é uma transformação em que a energia liberada no final é maior que a energia absorvida para desencadear o fenômeno.

Dessa forma as cinzas sólidas e a matéria gasosa liberada na combustão completa do papel são mais estáveis que o papel em si porque foram formadas por meio de um processo químico exotérmico.

Toda combustão é um fenômeno químico exotérmico, e a matéria produzida numa combustão é mais estável do que a matéria que sofreu combustão para formá-la.

 Obs.: O homem utiliza a energia liberada na combustão de alguns tipos de matéria, por exemplo, gasolina, álcool etílico e carvão para realizar trabalho como movimentar engrenagens de motores em geral, sejam de máquinas industriais, agrícolas ou meios de transporte.

 Fenômenos Químico Endotérmico

Há casos em que os fenômenos químicos ocorrem com absorção de energia.

Fenômenos químicos que ocorrem com absorção de energia são denominados endotérmicos. A matéria que resulta de uma transformação endotérmica é em geral mais instável que aquela que lhe deu origem. A obtenção da amônia (NH3) ocorre a partir da reação química entre o hidrogênio e o nitrogênio:

3 H2 + N2 → 2 NH3

Outro exemplo são aquelas bolsas térmicas que são muito usadas por atletas quando se machucam. Quando agitadas os componentes se misturam e a bolsa térmica esfria “sozinha”.

fonte: http://aventalearning.com/content168staging/2007ChemistryB/unit10/section1.html

As demais opções correspondem a transformações físicas, isto é, todos continuam sendo a mesma substância, com a mesma composição, somente o estado de agregação de suas partículas é diferente. Veja:

a) Obtenção de gelo a partir da água: mudança de estado físico do líquido para o sólido.

b) Obtenção do oxigênio líquido a partir do ar atmosférico: mudança de estado físico. O oxigênio estava misturado a outros gases presentes no ar atmosférico e foi condensado, isto é, passou do estado gasoso para o líquido.

c) Solidificação da parafina: mudança de estado físico do líquido para o sólido.

d) Sublimação da naftalina: mudança de estado físico diretamente do sólido para o gasoso.

Para desencadear um fenômeno químico endotérmico, também é necessário que haja fornecimento externo de energia. A diferença nesse caso é que o saldo de energia para o meio ambiente é negativo, isto é, a energia liberada no final é menor que a energia absorvida no início – a transformação da matéria absorve energia do meio ambiente.

Como todos os fenômenos ocorrem espontaneamente em direção a um aumento de estabilidade e a absorção de energia implica aumento de instabilidade, os fenômenos químicos endotérmicos não são muito comuns.Com base em todos os conceitos que vimos até o momento, podemos definir energia de um modo mais amplo: Energia é o que faz a matéria existir, se movimentar, modificar sua fase de agregação e transformar sua composição.

Para uma melhor comparação, veja os exemplos de Fenômenos físicos e químicos alistados abaixo:

O que acharam pessoal? Difícil de entender? Deixe seu comentário, sugestão ou pergunta!

Lembrando que você pode aprofundar seus estudos sobre Matéria, relembrando nosso blog anterior. 

Um abraço Galera, até a próxima!

Tutor: Fernando Massarotti

Referências

https://plus.google.com/photos/107402089231679565923/album/5833283584285752193/6021953628931681058
https://www.infoescola.com/fisico-quimica/mudancas-de-estado-fisico/
Imagem Destacada:http://fuvestibular.com.br/transformacoes-e-reacoes-quimicas/

 

17 de maio de 2018

 

Comente, sugira e participe:

 

Os campos com (*) são obrigatórios e seu email não será publicado