fbpx

06 Dicas para você se tornar um estudante de alto rendimento!

Por Matheus De Marchi 30 dez 2019 - 5 min de leitura
5 min

alto rendimento

– Estudante de alto rendimento?

Isso…

– Tipo um atleta de alto rendimento?

Isso…

– Aqueles que ganham muito dinheiro?

Isso!

É disso mesmo que estamos falando. Nesse sentido existem atletas e atletas de alto rendimento, ainda assim, temos estudantes e estudantes de alto rendimento. Contudo a diferença entre eles?

Do mesmo modo o desempenho acima do normal (óbvio) e (normalmente) as melhores recompensas.

Nesse sentido, você gosta das melhores recompensas? Olha que legal!

Ainda assim a boa notícia é que assim como no exemplo dos atletas, os estudantes de alto rendimento “se fazem”, e tudo o que precisam é de motivação e algumas dicas legais que vocês encontraram logo abaixo.

Dica #01 – Tenha metas definidas

alto rendimento

https://giphy.com/gifs/cat-watching-window-Vfie0DJryAde8

Se você quer ser esse tipo de estudante, suas metas têm que estar muito bem definidas! Você não será um concurseiro vítima da ocasião.

Se você definiu que será delegado, professor, analista, estagiário (não importa), é para isso que você dedicará seu tempo de estudos.

Estudantes de alto rendimento não estudam para provaS, eles estudam para A prova! E você fará o mesmo. Vai cansar de resolver provas anteriores, provas da mesma banca, questões de outras bancas para o mesmo cargo, ler sobre e assistir vídeos sobre (…).

Você traçará sua meta toda em relação ao seu objetivo!

Pense comigo, até o Bolt em algum momento focou seus desafios. Tudo bem que o cara já arrebentava nos 200m, mas ele virou o que “é” disputando os 100m.

Ele não é um cara que treinava para correr 400m, 800m, 1600m… (e olha que eu acho que ele poderia).

Você não será um concurseiro que treina para concursos de nível médio ou superior, será um estudante visando uma vaga especial!

É desse ponto que você vai partir.

Dica #02 – Seja ativo e tenha um alto rendimento

alto rendimento

https://giphy.com/gifs/solomonray-twerk-twerking-party-time-gjCneXeVKHIlRGpoIJ

Ativo! Ou proativo! Aliás… Você será os dois!

Nada cai do céu, a não ser que você tenha uma função que eu não posso dizer aqui para não ser censurado. Mas você sabe de qual eu estou falando… É aquela funçãozinha de algumas pessoas que trabalham na Câmara dos Deputados/Senado (…).

Considerando que você não é um desses sujeitos, você terá que correr atrás dos seus objetivos do jeito comum (ralando). Aqui, você usará muito os dois termos destacados aí em cima sendo:

ativo: no sentido literal. Vá atrás de um material legal, de um cursinho legal, encontre uma técnica de estudos, faça um bom planejamento, não procrastine, enfim… Faça acontecer!

Você não tem esse pique todo?

Até o Bolt tinha treinador, ache um também!

proativo: se antecipe aos problemas/atrasos nos estudos. Você sabe que no final de ano sempre tem uma reunião de família/amigos em algum dia inconveniente. E você vai, aliás, tem de ir! (a vida não é só estudos…).

Nesse momento vai entrar sua proatividade. O que você fez para compensar esse dia sem estudos? O que você planejou para esses “imprevistos”?

O estudante de alto rendimento não abdica da “vida”, ele vévi e não perde estudos por isso!

Dica #03 – Desafie-se!

https://giphy.com/gifs/XKSa6XxpmHh1NEBvvl

Além do concurso (já é um desafio), você se desafiará de duas formas.

Durante os estudos trace pequenas metas (fazer X pontos em determinado simulado, matar X matéria até determinado dia…).

Depois saia da sua zona de conforto. Você é assumidamente uma pessoa das ciências humanas? Excelente! Já que você não tem maiores dificuldades com textos, foque nas ciências exatas! Bata na tecla que você tem maior dificuldade e não descanse até que ela se torne algo natural, e não uma dificuldade.

Desafios normalmente envolvem prêmios. Pois se dê prêmios!

Ao terminar X matéria, ao fazer Y pontos em um simulado, se dê algo. Pague um happy hour bacana, compre aquele tênis legal, coma um monte de chocolate!

Qualquer coisa serve, o importante é você se condicionar ao desafio, e mais importante, ao prêmio que recebe quando você o completa com sucesso.

Dica #04 – Jogo é jogo e treino, é jogo!

alto rendimento

https://giphy.com/gifs/challenge-cliff-XmYslYso1Eoo0

Alto rendimento”.

Nada nessas duas palavras lembra morosidade. Lembra das entrevistas do Tite em que “intensidade” era a palavra de ouro dele?

Respeita o professor e coloca intensidade nesses estudos. Quando for estudar questões/simulados/provasanteriores não se acanhe!

Não é necessário (nem indicado) que você estude em ritmo de prova o tempo todo. Mas é preciso que você simule essas condições em alguns momentos. Sua mente é programável, não peça para ela estar em um ritmo que não lhe é familiar no dia da prova.

Pense nisso como intensidade de treinos mesmo. Quem treina a semana inteira meia-boca, não “liga” do nada no final de semana. Use o mesmo princípio para seus estudos e para a prova.

Dica #05 – Você é o autocontrole em pessoa

https://giphy.com/gifs/1BXa2alBjrCXC

Quantas vezes o caboclo que ganha milhões por ano para fazer uma única coisa todos os dias não pipoca e erra o pênalti decisivo?

Pois é…!

Esse não será o seu caso. É bem comum pessoas que estudam bastante e sabem bem o conteúdo ficarem nervosos no dia da prova.

Isso atrapalha de verdade e não podemos negar. O seu controle emocional (ou falta dele) podem ser decisivos no seu sucesso ou fracasso (Baggio que o dia).

Para não ficar frustrado com o resultado mesmo estando preparado, é preciso que você esteja bem emocionalmente. A prática é uma forma comum de tranquilizar o concurseiro para o dia da prova, mas não funciona com todo mundo.

Se for necessário, não hesite em conversar com um concurseiro mais experiente, um professor ou até buscar ajuda com algum especialista.

O que você, estudante de alto rendimento não pode fazer, é pipocar por orgulho ou teimosia!

Dica #06 – Aprenda com suas falhas e tenha um alto rendimento

https://giphy.com/gifs/animation-90s-motion-l0HepNN0YQVHDaPde

Enfim, a possibilidade de não ser aprovado é muito presente na vida do concurseiro. (Em outras palavras, na verdade, é natural na primeira tentativa).

Afinal, o que vai diferenciar você dos estudantes comuns é o que você fará com essa experiência. Acima de tudo não a apague da memória.

Contudo use a reprovação como aprendizado. Você se perdeu no tempo de prova? Não deu atenção devida a X matéria, foi pego desprevenido na redação?

O que te fez não ser aprovado? Identificou?

Ótimo! Agora trate de se preparar para que o mesmo erro não se repita!

Até o Bolt já perdeu.

E até o Baggio teve chance de se provar 04 anos depois.

O alto rendimento não é natural, é construído. E principalmente, é possível!

Você acha que chega lá?

Eu acredito!

Bons estudos e ótima prova!

Qual sua dúvida ou comentário sobre esse conteúdo?

Os campos com (*) são obrigatórios e seu email não será publicado

Quer receber notícias sobre Concursos Abertos? Cadastre-se em nossa newsletter


    Sobre nós

    Somos o Instituto Maximize de Educação, uma empresa especializada na preparação de Apostilas em PDF e Cursos Online para Concursos Públicos e Vestibulares.

    Saiba mais