Como ter disciplina para tirar 1000 na redação do ENEM?

Você deita nas questões da prova mas escorrega na hora de escrever a redação? O ENEM – e outros vestibulares – tem dessas mesmo.
Por Matheus De Marchi 23 jul 2019 - 8 min de leitura
8 min

Você deita nas questões da prova mas escorrega na hora de escrever a redação? O ENEM – e outros vestibulares – tem dessas mesmo.

E a gente tem um monte de argumentos justíssimos para isso. “Sou mais de exatas, escrever redação para que?”. “O corretor me persegue”. “Na minha cabeça fazia mais sentido”. “Eu não estava preparado para esse tema”. “A culpa é do PT…!”.

 

Infelizmente os corretores do INEP não aceitam nossas reclamações e tudo o que podemos fazer é aceitar as notas impostas de forma autoritária para nossas redações. Certo?

É… certo… =(

 

Mas nós também podemos nos preparar melhor para que pelo menos eles tenham menos motivos para nos jogar para baixo. Vamos ver aqui algumas dicas sobre como doutrinarmos a redação do ENEM e claro, como mantermos a disciplina para isso!

 

Conheça seu inimigo!

  

<https://giphy.com/gifs/enemy-bloodborne-lure-RtAQjqJ11A6o8>

 

Não estou dizendo para ninguém stalkear os corretores da redação do ENEM. Isso é assustador e não funciona nem com o (a) ex.

O que vocês podem fazer e não é contra a lei é conhecer a estrutura e o que é cobrado na redação.

A redação pedida no ENEM é a dissertação argumentativa. Nela você terá que “montar” uma tese e mostrar seus argumentos no decorrer do texto. Nesse vídeo tem um monte de dicas legais sobre como montar uma dissertação argumentativa bacana (de quebra tem dicas de mais gêneros).

 

Já sabe sobre o gênero? Ok… Vamos para o próximo passo. Você precisa saber o que exatamente será avaliado. Não é novidade que a redação vale 1000 pontos (dããã, está no título) mas você sabia como são compostos esses pontos?

 

São consideradas cinco competências, cada uma valendo 200 pontos. São elas:

demonstrar domínio da norma culta da língua escrita;

compreender a proposta da redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo;

selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista;

demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação;

elaborar proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural.

 

O resumo é: não escreva como você escreve no celular, entenda o problema, fale sobre ele, compre um lado e apresente uma solução.

Então já sabe, não é porque você ganha as discussões com o (a) respectivo (a) que você automaticamente vai manda bem na redação.

 

Saiba do está falando!

  

<https://giphy.com/gifs/joel-coen-QIGcpyWyY5Few>

 

Esse tipo de redação não nos permite enrolar. A própria estrutura da dissertação argumentativa acaba te obrigando a falar com propriedade, ou a tirar uma nota baixa.

Para que isso não ocorra você precisa ter disciplina nos estudos (como em qualquer prova que você for prestar), mas no caso da redação, uma disciplina específica: “atualidades”.

Yep… Eu sei que acompanhar notícias em época de Neymar é um saco… Mas é um mal necessário para quem quer mandar bem no ENEM. Seja através dos jornais da TV, jornais físicos – lembra, aqueles de papel? – jornais online, blogs informativos ou seja qual é a ferramenta que você use para se manter informado, USE-A!

 

Acompanhe os assuntos mais comentados no ano da prova e se esforce para entende-los. Saiba o que defende quem é a favor, o que defende quem é contra e compre o lado correto na hora dos seus argumentos.

E qual o lado correto? Difícil definir isso, mas a dica é cair para o lado que soa eticamente correto. Oras… Se o tema for violência contra a mulher por exemplo, você não vai argumentar a favor dessa prática, não importa o motivo.

Mas cuidado! Muito cuidado nessa parte! É muito importante você manter seus argumentos no ponto de vista ético/legal. Não deixe que seus valores morais interfiram no seu texto.

Por exemplo, você está correto em argumentar contra a violência (de qualquer forma), mas estaria errado em sugerir punições físicas como solução. (Por mais que tenhamos vontade as vezes).

Então deixe as opiniões pessoais para o bate-papo no bar com os amigos. Na hora H você vai escrever o que o INEP quer ler.

 

A prática leva a perfeição

  

<https://giphy.com/gifs/car-today-sport-yIxLCtwz63eKY>

 

Disciplina é a palavra-chave aqui!

Tal qual a academia. Vá todos os dias, treine direito, mantenha uma alimentação bacana e os resultados virão. Pois é… Não imagino exemplo melhor para lhe dizer o quanto é importante você treinar sua escrita.

Vários candidatos com notas altas na redação contam a mesma história. Essa nota alta não veio com talento natural. Foi resultado de treino e preparação, ou seja, até você de exatas pode ir bem!

Então leia bastante, e principalmente, escreva bastante. Faça redações por conta com temas diferentes, de preferência sobre temas que lhe tirem da zona de conforto.

Você estará melhorando sua escrita, sua argumentação, seu desenvolvimento, reduzindo o tempo que você leva para escrever a redação e ganhando confiança!

 

Mantenha o foco

  

<https://giphy.com/gifs/complete-concentration-3XXP50lJAieek>

 

Mas não é igual a disciplina?

 

Não!

 

O foco aqui é no seu ponto de vista. Pode ser que você escreva bem e que entenda a proposta. Comece legal e apresente argumentos bacanas na sua introdução… Caminhe bem para a nota máxima até… se perder!

É uma cilada discreta e normalmente acontece com quem tem mais facilidade em escrever. O fato de a pessoa escrever bem, no sentido de as ideias fluírem com naturalidade acaba fazendo com que ela perca o foco.

O seu terceiro argumento pode estar muito bem escrito, mas por desatenção, ir de encontro ao primeiro. Portanto, tenha foco no seu ponto de vista. Tenha certeza de que todas as ideias apresentadas estão de acordo com o lado que você vai defender.

 

Saiba se destacar

  

<https://giphy.com/gifs/Friends-season-5-episode-4-s05e04-S9iMXx6Lqrr5mJoMxC>

 

Se coloque no lugar dos corretores. Leia centenas ou milhares de redações e imagine o quão bom estará seu humor.

 

Exatamente!

Então não se iluda. Letra feia, palavras que estão difíceis de compreender, texto sem estrutura… Nosso amigo corretor não pensará nem meia vez em lhe tirar pontos. Você precisa se destacar!

Não precisa ter letra artística, mas se você tem aquele garrancho de moleque do 6º ano, não custa dar uma praticada para melhorar essa arte né?

Mostre que você conhece a estrutura de uma dissertação. Tenha parágrafos bem definidos e deixe claro que seu texto tem introdução, desenvolvimento e conclusão.

Se possível, depois de abusar da nossa segunda dica, faça até citações!

Não precisa abrir uma aba no seu navegador e entrar no site da ABNT. Não é esse tipo de citação… Mas mostre que você leu ou sabe sobre o tema. Cite alguma notícia, algum texto que trate sobre o assunto, uma letra de música (pertinente) ou até um autor. Não precisa ser literal, mas use sua ideia, concorde ou discorde dele. Mostre que você é mais do que uma letra bonita e um número de inscrição.

Dê um jeito de fazer sua redação parecer diferente no meio da normalidade que o corretor enfrentará.

 

Aprenda com os outros!

  

<https://giphy.com/gifs/baby-follow-leader-Omhp5evrfxkPe>

 

Isso aí.

 

Deixa esse orgulho de lado e não se incomode em ir atrás do caminho que outros já fizeram. Ali em cima tem dicas de estudantes que já foram bem nas redações. Se você buscar na internet pode encontrar redações que já receberam notas altas.

Leia-as, veja como foram feitas, o que o estudante usou em seu favor e como ele trabalhou X tema. No seu cursinho, na sua escola, no seu círculo de amizades você deve ter alguém que manda ou já mandou bem em redação. É na garganta dessa pessoa que você deve ir! (com carinho).

Além do mais, a internet está cheia de dicas e o YouTube cheio de vídeos. Sua disciplina de estudos envolve procurar informação útil também.

Você também pode se aprofundar com materiais específicos. Um material dedicado pode fazer diferença. Lembre-se de que a maioria das informações que você encontra sobre o Exame são gerais. Achar um material com autoridade e específico vai te colocar na frente de outros candidatos com certeza!!!

 

O universo conspira contra todos nós…

 

<https://giphy.com/gifs/NkW4LM727h1U4>

 

Para fecharmos, não falaremos de dicas, mas sim de como o universo é cruel com você.

 

Olha só, você tem que manter a disciplina preparatória citada acima, porém esse ano a expectativa em torno do tema do ENEM está maior do que eu me lembro a respeito de qualquer outra edição.

É sabido que o presidente foi crítico dos temas nos anos anteriores. Temas esses que apresentaram uma pegada social muito grande. Fica então a dúvida, essas temáticas serão mantidas ou não esse ano?

 

Isso aí… Logo no SEU ano, acertar o tema da redação que já é uma tarefa ingrata será mais ingrata ainda. O lado bom é que isso será uma incerteza para todos os candidatos.

Você acha que a pegada social continua?

 

Descobriremos logo mais.

Bons estudos e uma ótima prova!

Qual sua dúvida ou comentário sobre esse conteúdo?

Os campos com (*) são obrigatórios e seu email não será publicado

Quer receber notícias sobre Concursos Abertos? Cadastre-se em nossa newsletter


Sobre nós

Somos o Instituto Maximize de Educação, uma empresa especializada na preparação de Apostilas em PDF e Cursos Online para Concursos Públicos e Vestibulares.

Saiba mais