fbpx

A arte de interpretar… textos!

Por Ayeda Sanches 31 Maio 2016 - 4 min de leitura
4 min

Cada vez mais, é comprovada a dificuldade dos estudantes, de qualquer idade, e para qualquer finalidade de compreender o que se pede em textos, e também dos enunciados. Então vai uma pergunta: Qual a importância de entender um texto?

Quando se fala em texto, pensamos naqueles longos, com introdução, desenvolvimento e conclusão, onde depois temos que responder uma ou várias questões sobre ele. Na verdade, texto pode ser a questão em si, a leitura que fazemos antes de resolver o exercício. E como é possível cometer um erro numa simples leitura de enunciado? Mais fácil de acontecer do que você imagina. Se na hora da leitura, deixamos de prestar atenção numa só palavra, como uma “não”, é problema na certa! Veja a diferença:

Qual opção abaixo não pertence ao grupo?

Qual opção abaixo pertence ao grupo?

Isso já muda totalmente a questão, e se é uma pessoa desatenta, já vai marcar a primeira opção que encontrar correta. Pode parecer exagero pelo exemplo dado, mas tenha certeza que isso acontece mais do que imaginamos, ainda mais na pressão da prova, tempo curto e muitas questões. Partindo desse princípio, se podemos errar num simples enunciado, que é um texto curto, imagine os erros que podemos cometer ao ler um texto maior, sem prestar devida atenção aos detalhes. É por isso que precisamos melhorar nossa capacidade de leitura e compreensão.

Para facilitar, vamos ver as diferenças entre texto, contexto, intertexto e interpretação de texto:

Texto – é um conjunto de ideias organizadas e relacionadas entre si, formando um todo significativo capaz de produzir interação comunicativa (capacidade de codificar e decodificar).

Contexto – um texto é constituído por diversas frases. Em cada uma delas, há certa informação que a faz ligar-se com a anterior e/ou com a posterior, criando condições para a estruturação do conteúdo a ser transmitido. A essa interligação dá-se o nome de contexto. Nota-se que o relacionamento entre as frases é tão grande, que, se uma frase for retirada de seu contexto original e analisada separadamente, poderá ter um significado diferente daquele inicial.

Intertexto – comumente, os textos apresentam referências diretas ou indiretas a outros autores através de citações. Esse tipo de recurso denomina-se intertexto.

Interpretação de Texto – o primeiro objetivo de uma interpretação de um texto é a identificação de sua ideia principal. A partir daí, localizam-se as ideias secundárias, ou fundamentações, as argumentações, ou explicações, que levem ao esclarecimento das questões apresentadas na prova.

Normalmente, numa prova, o candidato é convidado a:

Identificar – reconhecer os elementos fundamentais de uma argumentação, de um processo, de uma época (neste caso, procuram-se os verbos e os advérbios, os quais definem o tempo).

Comparar – descobrir as relações de semelhança ou de diferenças entre as situações do texto.

Comentar – relacionar o conteúdo apresentado com uma realidade, opinando a respeito.

Resumir – concentrar as ideias centrais e/ou secundárias em um só parágrafo.

Parafrasear – reescrever o texto com outras palavras.

1

Quais são as formas de obter o sucesso na leitura?

  1. Leia bastante. Textos de diversas áreas, assuntos distintos nos trazem diferentes formas de pensar.
  1. Pratique com exercícios de interpretação. Questões simples, mas que nos ajuda a ter certeza que estamos prestando atenção na leitura.
  1. Cuidado com o “olho ninja”, aquele que quando damos conta, já está no final da página, e nem lembramos o que lemos no meio dela. Talvez seja hora de descansar um pouco, ou voltar a leitura num ponto que estávamos prestando atenção, e reler.
  1. Ative seu conhecimento prévio antes de iniciar o texto. Qualquer informação, mínima que seja, nos ajuda a compreender melhor o assunto do texto.
  1. Faça uma primeira leitura superficial, para identificar a ideia central do texto, e assim, levantar hipóteses e saber sobre o que se fala.
  1. Leia as questões antes de fazer uma segunda leitura mais detalhada. Assim, você economiza tempo se no meio da leitura identificar uma possível resposta.
  1. Preste atenção nas informações não-verbais. Tudo que vem junto com o texto, é para ser usado ao seu favor. Por isso, imagens, gráficos, tabelas, etc., servem para facilitar nossa leitura.
  1. Use o texto. Rabisque, anote, grife, circule… enfim, procure a melhor forma para você, pois cada um tem seu jeito de resumir e pontuar melhor os assuntos de um texto.

Além dessas dicas importantes, você também pode grifar palavras novas, e procurar seu significado para aumentar seu vocabulário, fazer atividades como caça-palavras, ou cruzadinhas são uma distração, mas também um aprendizado.

Não se esqueça, além da prática da leitura aprimorar a compreensão do texto e ajudar a aprovação, ela também estimula nossa imaginação, distrai, relaxa, informa, educa, atualiza, melhora nosso foco, cria perspectivas, nos torna reflexivos, pensantes, além de melhorar nossa habilidade de fala, de escrita e de memória. Então, foco na leitura, que tudo fica mais fácil!

Que tal dividirmos nossas experiências? Conte-nos, quais estratégias você usa no seu estudo quando o assunto é compreensão e interpretação de textos?

Qual sua dúvida ou comentário sobre esse conteúdo?

Os campos com (*) são obrigatórios e seu email não será publicado

Quer receber notícias sobre Concursos Abertos? Cadastre-se em nossa newsletter


Sobre nós

Somos o Instituto Maximize de Educação, uma empresa especializada na preparação de Apostilas em PDF e Cursos Online para Concursos Públicos e Vestibulares.

Saiba mais