Assistência de enfermagem e as relações interpessoais com o cliente, a família e a equipe multidisciplinar.

Por Maxi Educa 18 jul 2016 - 2 min de leitura
2 min

ll

A enfermagem surgiu no século XlX com o intuito de recuperar o corpo dos doentes, e até hoje se mantém na assistência à saúde.

Agora vamos pensar…porque a saúde encontra grande dificuldade em colocar esses modelos de cura da doença em prática?

Se nos atentarmos aos noticiários do dia-a-dia não precisaremos ir longe para termos uma resposta.

São graves os problemas de saúde da maioria da população brasileira, especialmente quando esta recuperação traz, implícitas, condições sociais desfavoráveis tais como acesso aos serviços de saúde, emprego, alimentação, transporte, etc.

Atualmente na área da saúde muito se fala em dar assistência ao paciente ao mesmo tempo que se mantém um relacionamento com a família, mas você já parou para pensar de que forma esse relacionamento pode contribuir com o processo doença/cura?

Deve-se considerar que os familiares estarão passando por todas as fases da doença (junto com o paciente). Assim, é fundamental orientá-los sobre como agir nos cuidados domiciliares dentro de cada fase.

A condição crônica de adoecimento exige que a pessoa faça uma série de adaptações em sua vida, seja no aspecto fisiológico, psicológico e ou social, o que representa verdadeiro desafio ao cuidador e à família.

Você já parou para pensar .. e se você fosse um cuidador … ou se fosse um familiar … quais as principais dificuldades que encontraria?

1° Em cada fase da doença o paciente se apresenta de formas diferenciadas, utilizando-se de diferentes comportamentos físicos, cognitivos e verbais.

2° Os familiares também passam por momentos de adaptação e compreensão durante a fase diagnóstica e do adoecimento.

3° Outra dificuldade encontrada será a realização de modificações em suas demandas de recursos pessoais e sociais.

4° Quanto mais dependente for o paciente, mais cuidados vai requerer.

Ufa…muita coisa, não é? Deu pra sentir o quanto é difícil? Por isso é tão importante obter orientação e apoio de um profissional da enfermagem! Este profissional orienta não só a família, como também o cuidador.

Deve-se destacar que o período de adaptação é contínuo; logo, é nele que surgem as mais variadas necessidades. Então, obviamente um único profissional não conseguirá atender a todas as demandas.

Tendo em vista a complexidade do cuidado ao doente crônico, faz-se necessário considerar a interação entre a diversos profissionais da saúde, o doente e sua família, visando proporcionar-lhes segurança e conforto no decorrer do tratamento.

Estes diversos profissionais da área da saúde compõem a chamada equipe multidisciplinar.  E quem faz parte dessa equipe? Fiquei curioso, e você?

A equipe multidisciplinar é formada por profissionais da área de enfermagem, médicos, nutricionistas, fisioterapeutas, psicólogos, assistentes sociais, dentre outros.

Fica a dica

Fique ligado: esse tema está sendo muito cobrado em concursos públicos!E aí, o que achou do texto? Ele te fez refletir um pouco sobre assistência de enfermagem e as relações interpessoais com o cliente, a família e a equipe multidisciplinar?

Mais detalhes destas e de outras novidades você confere em nossa apostila completa.

Qual sua dúvida ou comentário sobre esse conteúdo?

Os campos com (*) são obrigatórios e seu email não será publicado

Quer receber notícias sobre Concursos Abertos? Cadastre-se em nossa newsletter


Sobre nós

Somos o Instituto Maximize de Educação, uma empresa especializada na preparação de Apostilas em PDF e Cursos Online para Concursos Públicos e Vestibulares.

Saiba mais