Deu branco! Aprenda evitar esse problema na hora da sua prova

Por Matheus De Marchi 18 jul 2019 - 8 min de leitura
8 min

O Silvio está esperando… Falta apenas uma questão e você pode ganhar seu 1 milhão de reais além de um final de semana romântico com o (a) artista pop de preferência. Aquela ansiedade, aquele nervosismo, aquele frio na barriga… As seguintes palavras do Silvio fazem você chorar de alegria:

 

“Quem descobriu o Brasil?”

 

O público fica embasbacado!

Então você chora de tristeza, de raiva, de frustração e não acredita… Porque Deu Branco! E você também está nu na frente do Brasil, porque é assim que os sonhos ficam esquisitos!

Essa descrição super-real e crível de ocorrer fora dos seus sonhos mostra um problema bem comum que aflige as mulheres que perdem uma discussão em um relacionamento – afinal, nunca acontece –  ou os candidato(as) que encaram uma prova ou concurso importante. Mas não se preocupe. O esquecimento momentâneo tem explicação e pode ser prevenido.

 

Vamos aqui te mostrar como!

 

A culpa não é da sua idade!

  O Silvio está esperando... Falta apenas uma questão e você pode ganhar seu 1 milhão de reais além de um final de semana romântico com o (a) artista pop de preferência.

<https://giphy.com/gifs/gifnews-fox-animation-domination-ME7ZcwiaqVl2o>

 

Fala sério! Esquecer coisas que temos certeza de que sabemos é muito frustrante, mas não precisa começar a frequentar o bingo da sua avó. Ou frequente, afinal a velhinha vai gostar da sua companhia neto (a) ingrato (a)! Mas saiba que sua idade não é a culpada pelos seus brancos, então só deixa a senhorinha feliz e não precisa estender seu círculo de amizades ao bingo.

 

A culpa para os seus tropeços mentais é do Cortisol! Conhece?

Não precisa se preocupar com química para entender. Pensa na sua amiga sassariqueira na balada. Pensou?

Então, Deus colocou os dois na Terra com o mesmo objetivo: te estressar! Não à toa, o Cortisol é conhecido como hormônio do estresse.

Se por um lado a Taís (a amiga enviada por Deus) te leva ao nervosismo modo fúria, o Cortisol te leva o nervosismo estilo ansiedade. Ambos são prejudiciais, mas no primeiro caso você pode resolver com um socão (A Maxi Educa não apoia a violência), já no segundo é muito importante apenas não perder a calma. Porque passa…

O Cortisol afeta aquela ligaçãozinha com a memória, logo, muito Cortisol no seu organismo pode significar maiores chances de esquecer alguma coisa, mesmo aquela data ou nome que você tem certeza de que sabe. E você sabe mesmo! Esses brancos são normalmente temporários e bem imediatos. Quando isso acontecer, não se desespere e pare de se estressar ainda mais tentando lembrar (chute a Taís para longe se for preciso), siga o jogo porque a informação naturalmente voltará a você.

Contando com o fato de que você já não se esqueceu do que estamos falando, vamos ver agora algumas dicas a respeito de como evitar o “branco”!

 

Comida tem hora e lugar sim!

  

<https://giphy.com/gifs/HIDIVE-pizza-gourmet-girl-graffiti-anime-3E0L9zFlWrMxYZu3rT>

 

Seus depravados… Estamos falando de alimentação. A popular paparoca, segundo nossos amigos lusitanos!

Mas por que essa chamada moral? Porque a primeira dica para evitar o branco é a respeito da sua alimentação e do seu descanso.

 

Na alimentação a gente pode fazer um acordo pessoal. Se o seguirmos teremos sucesso quando prestarmos nossas provas e junto, conseguir aquele body massa. Quase todos os alimentos que ajudam o Cortisol também te trazem problemas de saúde como gordura abdominal, diabetes, hipertensão (…).

A lista do que é bacana comer soa como uma dieta. E é mesmo… Você vai estudar e emagrecer!

Evite alimentos ricos em gordura e açúcar, além de bebidas ricas em cafeína. E não surte agora… Porque você também tem que maneirar no álcool.

Então olha para essa latinha de cerveja na sua mão e se livre dela. São 8 horas da manhã, por favor!

 

O que pode? Ué… Como falei é tipo uma dieta mesmo, você vai comer em curtos períodos de tempo (fome gera estresse) alimentos ricos em potássio, vitamina B5, triptofano e fenilalanina. Que aula de química hein…. Aqui você encontrar uma página legal falando sobre isso e com listas de alimentos também.

 

Mas também falamos do sono. E sim… Eu também tenho!

O importante não é você ter sono. O importante é você trabalhar bem com ele. Então durma bem e em horários regulares. Não viva em eterno horário de férias mesmo que esteja apenas de preparando para suas provas. Dormir faz parte do processo de aprendizagem, é quando sua cabeça organiza o que você aprendeu durante o dia e não só quando ela prepara sua ressaca.

Além do mais, o Cortisol atinge seu pico no início do dia, logo quando você acorda (estresse). Caso você tenha sono demais, seu corpo entende também como estresse e adivinha? Mais Cortisol!

Mas chega de química né? Agora que já demonizamos essa substância, vamos ver algumas estratégias para que ela tenha menos chances.

 

Quando a gente não quer culpar os hormônios

  

<https://giphy.com/gifs/Bounce-TV-guilty-exposed-eyes-darting-l358tNRyzBQZnmHehL>

 

Vimos que tem uma substancia que nos faz esquecer informações. Vimos que podemos evita-la se alimentando direito, dormindo direito, bebendo menos e quem dirá, até nos exercitando de vez em quando (…). Agora nada disso vai adiantar se você não fizer o básico… Estudar direito!

Vamos alimentar essa cabeça para que você possa esquecer as informações depois.

Nem tudo o que você estuda entrará automaticamente na sua memória de longo prazo. Se a informação não está ali, é muito mais fácil você não se lembrar dela. Isso é normal, nosso cérebro simplesmente seleciona o que vai ser “memorizado” frente às novas informações que jogamos nele o tempo todo.

Mas antes de você começar o papo do “então não é minha culpa…”, você deve saber que é possível você se ajudar nesse processo. Primeiro… Estude! Seja qual for o método que você utilize, continue realizando-o. No mesmo momento em que você aprende algo novo, algo está sendo esquecido. Tenho certeza de que você já não lembra de algo desse post.

A dica então é: programe suas revisões de estudo. E se possível varie a forma que você irá realiza-las. Ver a mesma informação em períodos diferentes e de formas diferentes vai convencer seu cérebro que determinada informação é MESMO importante, logo, ele irá gravá-la em um lugarzinho mais seguro.

 

Seu novo crush é a prova!

  

<https://giphy.com/gifs/crush-blushing-love-Hf0tK0lqL3tIc>

 

É isso mesmo… Você vai passar menos tempo fantasiando em matar a Taís ou pensando nos encontros com o crush/cremosa e vai começar a fantasiar com a sua próxima prova!

Por que?

Porque a partir de hoje você vai querer vai fazer provas. Vai quere vê-las, lê-las, resolvê-las, tocá-las! (não de um jeito estranho).

Seu concurso coloca você em uma situação de avaliação. É um teste que vai definir seu sucesso ou não e por consequência se você atingirá seu objetivo ou não. Pensando nisso, não importa o nível, vestibular ou concurso público, você ficará ansioso (a) e isso te leva a situações de estresse, o que traz de volta nossa amiga química lá em cima.

Não é fácil, mas uma estratégia é se condicionar a não temer as provas. Pense que é a etapa final dos estudos, um jogo, um desafio… Pense no que funcionar com você e que não jogará a pressão do “e se não der”.

 

Ataque a prova como você atacaria algo que queira muito (gente…, Mas que mente perversa…). Faça apostas divertidas… Uma long neck a cada questão certa…! Ache algo que te tire da zona de desconforto e lhe dê a tranquilidade de um concurseiro veterano.

 

Não se prenda a questão branca

 

Nunca!

Só para ficar claro, a questão branca aqui é aquela que deu branco. Não faça isso com você mesmo.

Vai primeiro nas questões das matérias que você tem afinidade. Isso já ajuda a quebrar o “gelo”. Caso trave, ok… Acontece…

A vantagem (se é que ela existe) dos brancos é que se tudo estiver correto com você, eles são temporários e ganham cor muito rápido. Simplesmente pare de cavar atrás dele, porque ele volta.

Se a ansiedade não deixar, não pense nele especificamente. Rodeie, xaveque o branco… (nossa, sério… vocês precisam parar de maliciar tudo), pense no dia em que você estudou o assunto… Onde você estava… Se havia alguma marca ou imagem característica… Som… Qualquer coisa…

É bem no “uma coisa leva a outra”!

(agora sim eu quis ser maldoso).

 

Confiança também é fundamental. Seja sua primeira ou 32ª prova (espero que não), aquelas frases bobas como “sim, eu posso” são bem ilustrativas aqui. Mais confiança é igual a menos brancos!

Por fim, confiar no seu método/material de estudos também é fundamental. Pesquise sobre ele, veja se ele é direcionado ao seu concurso, se há pessoas aprovadas, qual a opinião delas a respeito do material… Tem que rolar um clima!!!

 

Escolha bem, tenha bons estudos, uma dieta saudável e uma ótima prova!

Qual sua dúvida ou comentário sobre esse conteúdo?

Os campos com (*) são obrigatórios e seu email não será publicado

Quer receber notícias sobre Concursos Abertos? Cadastre-se em nossa newsletter


Sobre nós

Somos o Instituto Maximize de Educação, uma empresa especializada na preparação de Apostilas em PDF e Cursos Online para Concursos Públicos e Vestibulares.

Saiba mais