Esclerose Lateral Amiotrófica – ELA: Uma Doença Degenerativa do Sistema Nervoso

Caro leitor hoje vamos entender os mecanismos e a forma de atuação da Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA).
Por Ana Paula Fernandes 17 abr 2018 - 3 min de leitura
3 min

Caro leitor hoje vamos entender os mecanismos e a forma de atuação da Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA).

Caro leitor hoje vamos entender os mecanismos e a forma de atuação da Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA).

fonte: http://www.portalsaudenoar.com.br

A Esclerose Lateral Amiotrófica – ELA é considerada uma doença degenerativa do sistema nervoso, que acarreta paralisia motora progressiva, irreversível, de maneira limitante, sendo uma das mais temidas doenças conhecidas. Causa a paralisia progressiva de todos os músculos esqueléticos (aqueles sobre os quais temos controle voluntário e cuja contração permite a movimentação das articulações).

A morte dos neurônios afeta a musculatura de todo o corpo causando o comprometimento progressivo de várias funções:

– Fala;

– Deglutição, causando acúmulo de saliva e prejudicando a alimentação;

– Respiração;

– Movimentação dos músculos dos membros;

– A consciência do paciente permanece inalterada, assim como sua audição, tato, olfato e visão.

Evolução

fonte: http://www.vivagrandebh.com.br/materia/existe-vida-apos-a-ela

Se inicia pela perda de força dos membros superiores ou inferiores.

Ao mesmo tempo, costumam aparecer as contrações involuntárias dos músculos das pernas e braços.

Com o tempo o movimento desses membros é comprometido e o paciente começa a sentir dificuldade para respirar e falar.

A morte usualmente ocorre por parada respiratória.

Sabe-se que três grupos de pessoas são mais vulneráveis, embora seja desconhecida as razões:

– atletas de alto rendimento: parece que a utilização excessiva da musculatura favorece o mecanismo de degeneração da via motora, por isso os atletas representam a população de maior risco.

– fumantes e homens (na proporção de três para duas mulheres).

Morte dos Neurônios

fonte: http://www.jornalmedico.pt

Acredita-se que os neurônios morram por causa da ação indesejada de algumas substâncias e proteínas sobre eles, levando-os à morte por toxicidade. É um processo semelhante ao mal de Alzheimer

Sabe-se que vários genes estão associados à doença. Todavia, à exceção dos casos de ELA familiar, a doença só se manifesta se a pessoa for exposta a alguns fatores que atuem como gatilho (como processos inflamatórios, atividade física excessiva e substâncias tóxicas externas ou produzidas pelo próprio corpo).

Sintomas: perda de força, contração involuntária dos músculos, diminuição da musculatura (atrofia).

Diagnóstico

fonte: http://www.ceicarai.com.br/site/

Não existe um exame único que detecte a doença. O que se faz é um diagnóstico por exclusão baseado no cruzamento entre os sintomas e as alterações notadas nos exames. Um dos exames fundamentais é a eletroneuromiografia sendo um procedimento utilizado para avaliar a função do sistema nervoso periférico e muscular.

Tratamento da Esclerose Lateral Amiotrófica

fonte: https://www.diseasemaps.org/pt/amyotrophic-lateral-sclerosis/top-questions/melhores-tratamentos/

Não há cura. O tratamento busca aumentar a sobrevida e a qualidade de vida do paciente por meio de:

– Fonoaudiologia e terapia ocupacional;

– Fisioterapia motora e respiratória, por meio de séries diárias de 15 minutos. Atenção: o excesso de exercício pode levar ao agravamento da morte dos neurônios motores.

– Assistência nutricional para ajustar a dieta à perda de peso causada pelo aumento do metabolismo do paciente e à dificuldade de deglutição.

– Quadros de depressão são comuns. Por isso é necessário acompanhamento psicológico, inclusive para os cuidadores.

Há opções para atenuar os desconforto, como excesso de saliva. O Riluzol está indicado para prolongar a vida em doentes com ELA, tem sido sugerido que nesta doença o glutamato desempenha um papel na morte celular, é proposto que o riluzol atue por inibição dos processos relacionados com o glutamato. O mecanismos de ação não está esclarecido.

Acredito que você tenha conhecido um pouco mais sobre Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) que é considerada uma Doença Degenerativa do Sistema Nervoso. Deixe aqui sua sugestão para o nosso próximo blog.

Fontes:

https://www.abrela.org.br/
https://istoe.com.br/81748_O+DRAMATICO+DIAGNOSTICO+DA+ELA/
https://ec.europa.eu/health/documents/community-register/2017/20170109136527/anx_136527_pt.pdf
https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/esclerose-lateral-amiotrofica-ela/

 

Qual sua dúvida ou comentário sobre esse conteúdo?

Os campos com (*) são obrigatórios e seu email não será publicado

Quer receber notícias sobre Concursos Abertos? Cadastre-se em nossa newsletter


Sobre nós

Somos o Instituto Maximize de Educação, uma empresa especializada na preparação de Apostilas em PDF e Cursos Online para Concursos Públicos e Vestibulares.

Saiba mais