Sane suas dúvidas agora mesmo entendendo como os medicamentos devem ser usados

Por Ana Paula Fernandes 20 mar 2018 - 4 min de leitura
4 min

Quem já não teve uma orientação de algum membro da família para tomar medicamentos com leite assim evitando dor no estômago? Caro leitor hoje vamos tratar o uso racional dos medicamentos e tirar as principais dúvidas de como utilizá-los.

Quem já não teve uma orientação de algum membro da família para tomar medicamentos com leite assim evitando dor no estômago? Caro leitor hoje vamos tratar o uso racional dos medicamentos e tirar as principais dúvidas de como utilizá-los.

fonte: http://www.voceeregiao.com.br

O modo de usar os medicamentos é chamado de posologia. Corresponde ao número de vezes e à quantidade a ser utilizada num determinado espaço temporal.

A posologia pode variar na dependência do medicamento (tempo de ação, dose terapêutica), na do paciente (sexo, idade, peso, altura) e na da doença que se deseja tratar.

Todo medicamento apresenta uma faixa entre a dose eficaz mínima e a dose máxima tolerada. A essa faixa, denominamos “janela terapêutica”. Portanto, uma dose muito pequena pode não desencadear o efeito desejado, assim como uma dose exagerada pode trazer efeitos tóxicos.

Os medicamentos devem ser tomados com água, respeitando-se a quantidade, os horários e o período determinado pela bula ou pelo médico, sob pena de os seus efeitos terapêuticos se perderem.

De forma geral, os comprimidos e as drágeas não devem ser divididos, esmagados ou triturados. Apenas os comprimidos não revestidos e sulcados é que podem ser divididos.

Os comprimidos de ação prolongada devem ser ingeridos inteiros, pois sua integridade garante o seu objetivo: liberação gradual do princípio ativo ou liberação em local específico. E a perda da integridade aumenta o risco de ocorrer uma absorção intensa e resultar em intoxicação.

Via de regra, as cápsulas não devem rompidas, pois liberariam indevidamente seu conteúdo.

 Uso racional dos medicamentos

Ao adquirir um medicamento observe se o lacre de proteção está rompido ou se a embalagem está em mau estado. Se estiver, peça para trocar e avise o farmacêutico.

Preste sempre atenção se o que está escrito na caixa corresponde ao que aparece no frasco ou nas cartelas do produto. É bom estar atento também  à quantidade indicada pelo médico, para não comprar uma dosagem mais forte ou mais fraca.

Nas bulas, há informações que devem estar ali para a  sua segurança. Essa é a lei! Na bula devem constar o nome de marca,  quando houver,  e o princípio ativo do medicamento. Essas informações são fundamentais para que a pessoa saiba o que está tomando e evite reações adversa.

As tarjas também devem ser observadas. Aqueles com tarja vermelha devem ser vendidos com receita, porque podem causar efeitos colaterais graves. Geralmente é uma receita simples, mas dependendo do tipo do medicamento, ele só poderá ser vendido com receituário de cor branca que fica retido na farmácia.

Os medicamentos que na caixa apresentam uma faixa preta são de venda e uso controlado. Eles exercem ação sedativa ou estimulante sobre o sistema nervoso central. São perigosos e precisam ser tomados seguindo rigorosamente a indicação do médico. Os remédios de tarja preta são considerados psicotrópicos e o uso prolongado pode causar dependência.

Um remédio só deve ser tomado com leite se houver recomendação médica. Muitas vezes dores de estômago aparecem exatamente pela combinação indevida de um remédio com o leite. O leite também possui muito cálcio e isso interfere no efeito do remédio. O mesmo acontece com anti-ácidos ou efervecentes que possuem alto índice de cálcio. Por isso nunca tome um anti-ácido junto com outro medicamento.

Interações Medicamentosas

fonte: http://www.jornaldaorla.com.br

 Interação medicamentosa é o evento clínico em que o efeito de um medicamento é alterado pela presença de outro fármaco, de alimento, de bebida ou de algum agente químico.

 Como os medicamentos podem interagir com os alimentos

fonte: https://www.mundodastribos.com

Em algumas situações, os medicamentos também interagem com alimentos. Essas

interações podem comprometer seriamente o tratamento, potencializando reações adversas ou diminuindo os efeitos terapêuticos dos medicamentos, ocasionando diversos prejuízos à saúde do usuário.

Comprimidos ou cápsulas devem ser tomados com água, porque são fabricados com tecnologia para reagir quimicamente com a água. Um copo cheio é o necessário para que o líquido dissolva a medicação.

OBS: Prefira sempre tomar o medicamento com água, a menos que seu médico dê outra orientação.

 Os medicamentos podem ser utilizados junto com plantas medicinais

 Não. Nunca tome medicamentos com chás ou outros produtos a base de plantas medicinais, porque podem causar problemas sérios para o seu organismo. Além disso, os chás em geral diminuem os movimentos do estômago, o que pode interferir no processo de absorção do remédio.

 Quais são os riscos no uso de medicamentos com bebidas alcoólicas

 As associações entre medicamentos com bebidas alcoólicas podem levar a efeitos indesejados graves, inclusive com risco de morte.

O álcool tanto pode potencializar os efeitos de um medicamento quanto neutralizá-lo. A chamada interação medicamentosa pode causar alergia, intoxicação, dores de estômago, disfunções intestinais e até problemas mais graves.

fonte: http://www.gazetadopovo.com.br

 Caso tenha interesse saber sobre efeito colateral acesso o blog anterior segue link abaixo:

Conheças as peculiaridades sobre as diferentes tarjas de medicamentos

 Agora que ficamos conhecendo um pouco mais sobre o uso racional de medicamentos deixe a sua sugestão para o nosso próximo post, até a próxima!

 Referência

 http://portal.anvisa.gov.br/documents/33892/398700/Cartilha%252BBAIXA%252Brevis%25C3%25A3o%252B24_08.pdf/50c1093d-e602-44f1-883a-cef0745166be
http://www.tjmt.jus.br/intranet.arq/downloads/Manual/Manual_Sobre_Medicamentos_SES_MT.pdf
http://portal.anvisa.gov.br
Qual sua dúvida ou comentário sobre esse conteúdo?

Os campos com (*) são obrigatórios e seu email não será publicado

Quer receber notícias sobre Concursos Abertos? Cadastre-se em nossa newsletter


Sobre nós

Somos o Instituto Maximize de Educação, uma empresa especializada na preparação de Apostilas em PDF e Cursos Online para Concursos Públicos e Vestibulares.

Saiba mais