Faça sua prova mais seguro e confiante estudando a forma correta de usar as palavras onde e aonde

Por Maxi Educa 19 jan 2018 - 4 min de leitura
4 min

Onde ou Aonde??

A Língua Portuguesa possui inúmeras regras, exceções e variações; o que resulta em dúvidas diversas, uma das mais questionadas é: As duas palavras estão corretas? Quando devo usá-las? 

Não só existe a palavra “onde”, como também “aonde”, porém as mesmas possuem regras definidas de quanto utilizá-las.

Sempre que corrijo os textos de meus alunos em seus anos iniciais do ensino médio, deparo-me com uma repetição exacerbada de “onde”. O termo “onde” tornou-se uma bengala para muitos. Quando não se tem certeza do que escrever, usa-se “onde”; para unir duas orações: “onde”; unir duas palavras: “onde”; retomar algo que foi dito anteriormente: “onde” (ou até o que ainda não foi dito!). Acredito que “onde” soe “bonito”, “elegante”, enriquece o texto. Por isso usam e abusam do coitado! E como abusam!!!

Além de a repetição de palavras empobrecer seu texto, o uso incorreto delas fará com que você perca pontuação em sua redação.

ATENÇÃO!!!

Não só existe a palavra “onde”, como também “aonde”, porém as mesmas possuem regras definidas de quando utilizá-las. E o seu mau uso prejudicará, e muito, sua escrita.

Vamos lá!

Primeiramente identificaremos a que classe morfológica “onde” pertence. E descobrimos que, como tantas outras palavras, “onde” pode fazer parte de duas classes diferentes: a dos advérbios e dos pronomes relativos!!

SIM!!! Dependendo do contexto em que estiver inserida, pode variar.

Vamos por partes.

O que é um advérbio? “Advérbio é a classe de palavras invariáveis que, modificando um verbo, um adjetivo ou outro advérbio, transmitem-lhes alguma circunstância.” (BEZERRA, 2015, p. 333)

O que é um pronome relativo? “São denominados de relativos os pronomes que representam um ser já expresso (antecedente). Entretanto, só isso não basta para caracterizá-los, uma vez que outros pronomes também o fazem. A principal característica do pronome relativo é servir de vínculo gramatical entre duas orações, estabelecendo uma relação de subordinação.” (BEZERRA, 2015, p. 242)

Para uma melhor compreensão, exemplos:

(I) Onde você mora?

(II) Moro onde sempre morei!

(III)  O condomínio onde moro está em reforma.

(I) Nesta oração, “onde” exerce função de advérbio, pois está questionando o verbo morar, por isso é classificado como advérbio interrogativo;

(II) Na segunda oração, “onde” também é um advérbio, porém indica lugar, assim é classificado de advérbio de lugar;

(III) Enquanto que, na última oração, “onde” retoma um termo que foi dito anteriormente: “O condomínio”, classificado, então, de pronome relativo.

Diferenciadas as classes gramaticais às quais o “onde” pertence, ainda ficou uma dúvida:

AONDE

Entendido o uso de “onde”, o “aonde” fica bem simples!!!!

Este “a” que o acompanha, nada mais é do que uma preposição!!

E quando utilizamos uma preposição?

A preposição “a” tem a função de ligar duas palavras, subordinando uma à outra. Alguns verbos exigem o uso da preposição. Como o verbo “ir”. Sempre que aplicarmos este verbo, a preposição o acompanhará. Exemplos: Fomos à praia / Viemos ao mercado. (Caso tenha dúvidas quanto ao uso da crase, visite nosso blog sobre o assunto: http://blog.maxieduca.com.br/crase-mandamentos/)

Assim, para utilizarmos o “aonde” é necessário que esteja acompanhado de uma palavra que exija o uso da preposição “a”. Alguns gramaticistas aderem à explicação de que verbos, os quais indicam movimento, vêm acompanhados de preposição.

Será dado um exemplo com o verbo “ir”, o qual nos ajudou na explicação acima. Para isso, vamos retomar o exemplo (I):

 

           

Fácil, né??

Veja outros exemplos:

“Verdes mares bravios de minha terra natal, onde canta a jandaia nas frondes da carnaúba” (José de Alencar). Advérbio de lugar acompanhado do verbo “cantar” que não exige preposição.

Verdes mares bravios de minha terra natal, aonde foi a jandaia. Advérbio de lugar, acompanhado do verbo “ir” que exige preposição “a”.

“Pádua enxugou os olhos e foi para casa, onde viveu prostrado alguns dias, mudo, fechado na alcova.” (Machado de Assis). Pronome relativo acompanhado do verbo “viver” que não exige preposição.

Pádua enxugou os olhos e foi para casa, aonde chegou com auxílio de Capitu. Pronome relativo acompanhado do verbo “chegar” que exige preposição “a”.

Exercitando

Tente resolver os exercícios a seguir sobre o tema:

Complete as lacunas com “onde” ou “aonde”:

01. Até ________ vejo, as formas poéticas deixaram de ter importância.

02. Ninguém conseguiu entender_______ela pretendia chegar com tanta pressa.

03. Visitei a casa ______ nasci.

04. ______ aquelas decisões do governo vão nos levar?

05. Dê _______ você está falando?

06. ______ nos levará tamanho sofrimento.

07. Não sei _________ começar a procurar.

08. Não sei _________ ir.

09. ______ ele foi assim tão tarde?

10. _____ as crianças estudam?

Gabarito

01. Onde / 02. Aonde / 03. Onde / 04. Aonde / 05. Onde / 06. Aonde / 07. Onde / 08. Aonde / 09. Aonde / 10. Onde

Como foi? Conseguiu acertar a maioria?

Deixe sua opinião sobre este post e sugira outros assuntos de Língua Portuguesa que tenha interesse!!!

Até a próxima!

Tutora Carola Lopes Braz

Referências:

BEZERRA, Rodrigo. Nova gramática da língua portuguesa para concursos. Rio de Janeiro: Forense; São Paulo: MÉTODO, 2015.
BECHARA, Evanildo. Moderna gramática portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009.
Imagem destacada: https://www.soescola.com/2017/09/atividades-de-portugues-sobre-o-uso-do-onde-ou-aonde.html
Qual sua dúvida ou comentário sobre esse conteúdo?

Os campos com (*) são obrigatórios e seu email não será publicado

Comentários
  • and 24 ago 2018

    não entendi a questão 1

  • mm
    Maxi Educa 12 set 2018

    Bom dia Agradecemos sua participação em nosso post. Na questão 1, a frase é “Até onde vejo, as formas poéticas deixaram de ter paciência.” O verbo saber não exige preposição “a”, e além disso, o verbo não indica movimento. Acompanhe-nos nas redes sociais. Facebook: https://goo.gl/fgnB61 Instagram: https://goo.gl/xe1LmU YouTube: https://goo.gl/REyOiW

Quer receber notícias sobre Concursos Abertos? Cadastre-se em nossa newsletter


Sobre nós

Somos o Instituto Maximize de Educação, uma empresa especializada na preparação de Apostilas em PDF e Cursos Online para Concursos Públicos e Vestibulares.

Saiba mais