Princípios básicos de primeiros socorros, saiba como agir perante tais situações em ambiente escolar

Por Maxi Educa 08 jun 2017 - 14 min de leitura
14 min

Vamos dar continuidade ao conteúdo de primeiros socorros que vem sendo tão pedido nos concursos direcionados aos profissionais da educação, já que vimos sobre as formas de prevenção na semana passada, nesta semana, não vá perder de aprender sobre noções de primeiros socorros.

Nocoes de primeiros socorros (1) - Principal

Fonte: https://goo.gl/DjyuYr

Primeiros socorros são definidos como quaisquer cuidados de emergência tomados a uma pessoa que tenha sofrido um acidente ou mal súbito, até que chegue atendimento especializado e definitivo ao acidentado.  

Princípios básicos de primeiros socorros

Ao prestar os primeiros socorros a uma pessoa que sofreu acidente ou uma intercorrência clínica, deve-se observar os seguintes princípios básicos:

– Manter a calma: a tranquilidade facilita o raciocínio e a avaliação da situação da vítima e dos cuidados necessários;

– Avaliar a cena: quem vai socorrer uma vítima de acidente deve certificar-se de que o local onde este ocorreu esteja seguro, antes de aproximar-se dele. A vítima só deverá ser abordada se a cena do acidente estiver segura e os socorristas não correrem o risco de também sofrerem algum tipo de acidente; a primeira responsabilidade do socorrista é garantir a sua segurança;

– Não permitir que outras pessoas se tornem vítimas: a segunda responsabilidade do socorrista é garantir a segurança das pessoas ao redor;

– Solicitar ajuda imediatamente, caso o acesso à vítima não seja possível (se houver riscos para o socorrista): acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) ou Corpo de Bombeiros 193, relatando as condições do local do acidente;

– Abordar a vítima: se a cena estiver segura, realizar a avaliação da pessoa que sofreu acidente ou intercorrência clínica, procurando detectar as condições em que a mesma se encontra para decisão quanto aos cuidados necessários;

– Solicitar ajuda: sempre que as condições da vítima exigirem, ligar para o 192 ou 193 e solicitar ajuda, relatando a ocorrência e as condições da vítima;

– Tomar decisões: algumas situações de acidentes, necessitam que os cuidados à vítima sejam instituídos por profissionais da saúde. Nestes casos, não intervir de imediato, aguardando a chegada do SAMU ou Corpo de Bombeiros, pode ser a melhor conduta;

– Manter o número do telefone da Central de Emergência (192) ou Corpo de Bombeiros (193) em local de fácil acesso e de conhecimento de todos os funcionários da escola.

Avaliação da cena

É fundamental que a pessoa que vai socorrer vítimas de acidentes certifique-se de que o local do acidente esteja seguro antes de aproxima-se dele e que este não ofereça riscos aos socorristas, para evitar que os mesmos se transformem em novas vítimas.

 

Mecanismo do trauma

 

Trauma pode ser definido como a lesão caracterizada por alterações estruturais ou desequilíbrio fisiológico causada pela exposição aguda a diferentes formas de energia: mecânica, térmica, elétrica, química e irradiações, podendo afetar superficialmente o corpo ou lesar estruturas nobres e profundas do organismo.

As lesões corporais podem ser resultado de qualquer tipo de impacto. No ambiente escolar são comuns, por exemplo, as lesões por quedas e colisões de alunos durante práticas esportivas ou brincadeiras.

Constituem observações importantes:

– De que altura o escolar caiu;

– Como essa distância relaciona-se com a estatura do escolar (queda de altura que corresponda a 3 vezes ou mais a estatura da vítima é potencialmente mais grave);

– Sobre qual superfície o escolar caiu (cimento, grama, etc.);

– Sinais do impacto (som da batida contra o solo, etc.);

– Qual parte do corpo da vítima sofreu a primeira colisão (cabeça, pé, braço, etc.);

– Movimentos produtores de lesões (corrida, colisão, queda, etc.);

– Lesões aparentes (sangramentos, cortes na pele, inchaços, etc.).

O mecanismo do trauma é indicador fundamental para a avaliação de lesões graves que podem ocorrer no ambiente escolar e as informações precisas podem contribuir muito para descrever e suspeitar desse mecanismo e das possíveis lesões dele resultantes.

Nocoes de primeiros socorros (2)

Fonte: https://goo.gl/Wk3xFQ

 

Avaliação inicial da vítima

Vítima de trauma

A avaliação inicial da vítima de trauma, também chamada de Abordagem ABCDE, envolve as seguintes etapas:

A:

– estabilizar manualmente a coluna cervical

– avaliar a consciência e

– realizar a abertura das vias aéreas

B: verificar a respiração

C: circulação

D: avaliar disfunções neurológicas

E: exposição e controle do ambiente

Vítima de intercorrência clínica

Em uma situação de intercorrência clínica, a avaliação inicial envolve os seguintes processos:

A: avaliar a consciência e abertura das vias aéreas

B: verificar a respiração

C: circulação

Primeiros socorros em urgências clínicas

 

Parada respiratória e cardiorrespiratória

Ocorre mais frequentemente nos extremos da idade escolar, ou seja, em crianças menores de um ano e na adolescência. A importância dos primeiros socorros nessas situações são de extrema seriedade, pois em casos de paradas cardiorrespiratória a média da sobrevivência é de 10% e muitas crianças ressuscitadas sofrem danos neurológicos permanentes. No caso de pessoas de que sofrem somente a parada respiratória a taxa de sobrevivência é maior do que 50%, quando a ressuscitação é imediata a maioria dos pacientes sobrevive neurologicamente intacta.

Compressões torácicas

Para obter compressões eficazes:

– a vítima deve estar em decúbito dorsal (deitada de costas) sobre uma superfície plana e rígida (o chão é o melhor local);

– o socorrista deve posicionar-se ajoelhado ao lado da vítima, à altura dos ombros da mesma;

– o socorrista deve posicionar adequadamente suas mãos no tórax da vítima durante as manobras;

– o posicionamento do corpo do socorrista deve ser: cotovelos estendidos, mantendo os braços firmes e os ombros na direção das mãos;

– a compressão deve ser realizada com força suficiente para rebaixar o tórax da vítima em um terço à metade do seu diâmetro anteroposterior;

– entre uma compressão e outra, relaxar totalmente, sem retirar as mãos da posição, para permitir que o tórax recue e volte à sua posição normal;

– não retirar as mãos do contato com o tórax da vítima;

– realizar as compressões e ventilações de forma rítmica;

– minimizar ao máximo as interrupções nas compressões torácicas.

Nocoes de primeiros socorros (3)

Fonte: Manual de prevenção de acidentes e primeiros socorros nas escolas

Engasgo: obstrução das vias aéreas por corpo estranho (OVACE)

A obstrução das vias aéreas por corpo estranho promove o bloqueio da passagem do ar, o que impede a vítima de respirar, podendo levar à morte.

Mais de 90% dos casos de morte por OVACE ocorrem em crianças menores de cinco anos de idade, sendo 65% até os dois anos. Os líquidos, especialmente o leite, constituem a causa mais frequente de obstrução das vias aéreas em bebês.

Com o desenvolvimento dos padrões de segurança dos produtos de consumo, regulando o tamanho mínimo de brinquedos para crianças pequenas, a incidência de aspiração de corpo estranho diminuiu. Entretanto, brinquedos, tampinhas, moedas e outros pequenos objetos, além de alimentos (por ex., pedaço de carne, cachorro quente, balas, castanhas, etc.) e secreções nas vias áreas superiores, quando aspirados, podem causar obstrução das vias aéreas.

Deve-se suspeitar de obstrução da via aérea por corpo estranho quando ocorrer:

Início súbito de dificuldade respiratória, acompanhada de:

– tosse;

– náuseas (enjoos);

– ruídos respiratórios incomuns;

– descoloração da pele (palidez);

– coloração arroxeada dos lábios;

– dificuldade ou até incapacidade para falar ou chorar;

– aumento da dificuldade para respirar, com sofrimento;

– Sinal universal de engasgo: a vítima, na tentativa de indicar um problema nas vias aéreas, segurará seu pescoço;

 – Ausência de expansibilidade do tórax: na pessoa encontrada inconsciente e sem respiração espontânea, na qual foram aplicadas ventilações de resgate, após abertura das vias aéreas, e não ocorreu a expansão do tórax.

Nocoes de primeiros socorros (4)

Fonte: Manual de prevenção de acidentes e primeiros socorros nas escolas

 

Febre

 

Febre é a elevação da temperatura corporal acima do normal. A temperatura normal do corpo pode variar de 36 a 37 graus Celsius (°C).

A convulsão febril (aquela desencadeada por aumento da temperatura do corpo) talvez seja o maior temor relacionado à febre. Este tipo de convulsão ocorre entre os 6 meses e os 6 anos de idade, sendo mais frequente até os 3 anos. Entretanto, é uma condição rara que só ocorre naquelas crianças que apresentam predisposição para crises convulsivas.

Sinais que podem indicar gravidade nos casos de febre:

– se a criança apresentar coloração arroxeada nos lábios e dedos;

– se a criança ficar muito pálida;

– se apresentar vômitos;

– se surgirem pontinhos vermelhos ou manchas roxas ou vermelhas na pele (olhar a pele do corpo todo);

– se houver qualquer alteração do estado de consciência (como sonolência, dificuldade para despertar);

– se estes sinais estiverem presentes, encaminhar IMEDIATAMENTE o escolar para avaliação médica na UBS ou Pronto Socorro de referência;

– se ocorrer convulsão, acionar o SAMU ou Corpo de Bombeiros.

Nocoes de primeiros socorros (5)

Fonte: https://goo.gl/IN7POs

Sangramento nasal

 

São geralmente decorrentes de trauma direto no nariz. É comum também ocorrerem pequenos sangramentos quando a criança ou adolescente está resfriado e fica exposto ao sol ou ainda nos episódios de rinite alérgica.

Procedimentos de primeiros socorros:

– colocar o escolar sentado, em local fresco e arejado;

– manter a cabeça em posição normal (olhando para frente);

– na criança, se necessário, manter a cabeça levemente inclinada para frente e para baixo, a fim de evitar a deglutição do sangue e consequente vômito;

– orientar o escolar para apertar a narina que está sangrando ou ambas as narinas contra o septo nasal, durante 10 minutos; –

– se comprimir as duas narinas, orientar para que respire pela boca;

– caso o sangramento não cesse, colocar um saco de gelo envolvido em pano limpo sobre a testa do escolar, por cerca de 20 minutos, mantendo a compressão das narinas contra o septo; este procedimento pode ser realizado durante o trajeto para o hospital;

– nunca colocar gaze, algodão ou qualquer outro objeto dentro do nariz, na tentativa de coibir o sangramento;

– encaminhar para o Pronto Socorro de referência, especialmente os casos de trauma.

Nocoes de primeiros socorros (6)

Fonte: https://goo.gl/fST3VT

Convulsão

A convulsão, ou crise convulsiva, caracteriza-se pela ocorrência de uma série de contrações rápidas e involuntárias dos músculos, ocasionando movimentos desordenados, geralmente acompanhada de perda da consciência. Decorre de alterações elétricas no cérebro e pode ter várias causas, entre elas: epilepsia (principal causa), infecções, tumores cerebrais, abuso de drogas ou álcool, traumas na cabeça, febre em crianças pequenas, etc.

Na convulsão generalizada, a mais comum, ocorre perda da consciência, contrações repetidas e violentas dos músculos dos braços e pernas, com movimentos abruptos e desordenados, dificuldade respiratória, salivação excessiva e perda do controle de esfíncteres (principalmente com perda de urina). Ao final das contrações, ocorre relaxamento da musculatura e um período de inconsciência de duração variável. Quando recupera a consciência, a vítima geralmente está cansada, confusa e sonolenta.

As crises que se repetem seguidamente, sem a recuperação total da consciência entre uma crise e outra, caracterizam o estado de mal epiléptico, que constitui situação grave, levando a sérios danos cerebrais devido à falta de oxigenação adequada.

É importante lembrar que a saliva eliminada pela vítima não é contagiosa.

Esta crendice popular não tem fundamento científico.

 

Procedimentos de primeiros socorros durante a crise

O que fazer:

– acionar o SAMU 192 ou Corpo de Bombeiro 193;

– se possível, proteger a vítima da queda;

– afastar objetos que possam causar ferimentos (móveis, pedras, etc.);

– proteger a cabeça contra pancadas no chão;

– procurar manter a cabeça lateralizada, para evitar que a vítima engasgue com a saliva; não realizar este procedimento se houver suspeita de trauma na coluna cervical;

– afrouxar as roupas e retirar óculos;

– manter a tranquilidade e procurar afastar os curiosos, garantindo a privacidade do escolar;

– cobrir a vítima, se necessário.

Nocoes de primeiros socorros (7)

Fonte: Manual de prevenção de acidentes e primeiros socorros nas escolas

O que não fazer:

– não tentar segurar a vítima;

– não tentar impedir os movimentos da vítima;

– não jogar água ou bater no rosto da vítima na tentativa de acabar com a crise;

– não tentar abrir a boca da vítima, mesmo que apresente sangramento (geralmente devido ao fato de morder a língua);

– não colocar qualquer objeto ou tecido entre os dentes ou dentro da boca da vítima;

– não tentar oferecer líquidos ou medicamentos pela boca, mesmo na fase de relaxamento;

– não transportar a vítima durante a crise.

Procedimentos após cessar a crise:

– aguardar a chegada do SAMU 192 ou Corpo de Bombeiro 193;

– não deixar o escolar sozinho;

– na fase de relaxamento, colocar o escolar em decúbito lateral, para facilitar a drenagem das secreções da boca, se não houver traumas associados;

– cuidar de eventuais ferimentos;

– avaliar o ABC da reanimação repetidas vezes e, se necessário, iniciar as manobras de ressuscitação cardiopulmonar (RCP).

Desmaio

 

Desmaio é o episódio breve de perda da consciência, que raramente ultrapassa dois minutos, não acompanhado de outras manifestações. A principal causa é a diminuição rápida e reversível da circulação sanguínea no cérebro. Pode ocorrer como resultado de dor, medo, excitação, fadiga, longos períodos em pé em ambientes quentes, nervosismo e exercícios físicos prolongados.

O desmaio geralmente é precedido de mal-estar, embaçamento ou escurecimento da visão e tonturas. Durante o episódio ocorre relaxamento dos músculos dos braços e pernas e a vítima fica muito pálida e suando frio. A recuperação é rápida, com retorno completo da lucidez, sem a ocorrência de desorientação após o evento.

Procedimentos de primeiros socorros

– avaliar o ABC da reanimação;

– manter a tranquilidade e afastar os curiosos;

– colocar o escolar deitado de costas no chão, com as pernas mais elevadas do que o corpo;

– afrouxar as roupas;

– depois que o escolar recuperar a consciência, deixá-lo deitado por 5 minutos e depois mais 5 minutos sentado, pois, caso levante-se de forma rápida, poderá ocorrer novo desmaio;

– encaminhar o escolar para o Pronto Socorro ou UBS de referência.

Nocoes de primeiros socorros (8)

Fonte: https://goo.gl/vnw9ob

O que não fazer:

– não jogar água na vítima;

– não esfregar os pulsos com álcool;

– não oferecer álcool ou amoníaco para cheirar;

– não sacudir o escolar;

– não tentar dar água ou outros líquidos enquanto o escolar estiver inconsciente;

– não colocar sal na boca;

– não tentar “acordar” o escolar com tapas no rosto.

ATENÇÃO: se o escolar sabidamente diabético apresentar mal-estar, palidez, suor frio, confusão mental, com ou sem desmaio, este pode estar manifestando um quadro de hipoglicemia (ou seja, queda dos níveis de açúcar do sangue) e deve ser imediatamente encaminhado à Unidade de Saúde as Família (USF) ou pronto socorro de referência, o que for mais próximo. Na impossibilidade de encaminhamento imediato do escolar, acionar o SAMU 192 ou Corpo de Bombeiros 193.

E então? Gostou do nosso post de hoje? Gostaria de acrescentar alguma vivência?

Compartilhe essa ideia e passe em diante essas importantes informações, pois o descuido pode tirar uma vida.

Deixe aqui seu comentário e mais sugestões que teremos grande prazer em lhe atender.

  

Tutor: Renan Costa da Silva

Referências Bibliográficas

Disponível em: <http://criancasegura.org.br/dicas2/>. Acesso em junho de 2017.
Disponível em: <http://www.pucpr.br/eventos/educere/educere2007/anaisEvento/arquivos/CI-095-04.pdf>. Acesso em junho de 2017.
Disponível em: <https://www.nucleodoconhecimento.com.br/educacao/os-primeiros-socorros-na-educacao-fisica-escolar>. Acesso em junho de 2017.
Manual de prevenção de acidentes e primeiros socorros nas escolas/ Secretaria da Saúde. Coordenação de Desenvolvimento de Programas e Políticas de Saúde. CODEPPS. São Paulo: SMS, 2007. 129p. Disponível em: <http://ww2.prefeitura.sp.gov.br/arquivos/secretarias/saude/crianca/0005/Manual_Prev_Acid_PrimSocorro.pdf>. Acesso em maio de 2017.
Qual sua dúvida ou comentário sobre esse conteúdo?

Os campos com (*) são obrigatórios e seu email não será publicado

Comentários
  • bete 24 out 2017

    Gostei foi bom para base de prova muito educativo sanou duvidas Parabéns.

  • mm
    Maxi Educa 24 out 2017

    Bom dia Ficamos imensamente felizes com sua participação em nosso Blog. A intenção é auxiliar nossos leitores com posts que são temas frequentes em provas. Quer se aprofundar ainda mais? Acesse: http://blog.maxieduca.com.br/quinta-da-educacao/ Fique sempre ligado pois toda quinta-feira temos um assunto diferente. Acompanhe-nos nas redes sociais. Facebook: https://goo.gl/fgnB61 Instagram: https://goo.gl/xe1LmU YouTube: https://goo.gl/REyOiW

  • helena 08 jan 2018

    boa noite fiquei contente ao ler esta pagina do primeiro socorros. é importante na nossa vida porque nos ensina lidar com a situação, com o nosso dia dia em caso de uma emergência. como acionar 192,193 e ter muita calma nessa hora tanto com criança e adulto. e afastar os curioso para fazer um bom trabalho. salvando vidas. helena-alves21@hotmail.com Belém,07 de janeiro de 2018

  • mm
    Maxi Educa 08 jan 2018

    Boa tarde Helena. Ficamos contentes que tenha participado do nosso post. Nosso objetivo é auxiliar os concurseiros e estudantes. Esse assunto é muito relevante e com certeza ter em mente esses números para ajuda são muito úteis. Temos mais posts sobre educação, basta acessar o link: http://blog.maxieduca.com.br/quinta-da-educacao/ Acompanhe-nos nas redes sociais. Facebook: https://goo.gl/fgnB61 Instagram: https://goo.gl/xe1LmU YouTube: https://goo.gl/REyOiW

  • HELENA 09 jan 2018

    BOA NOITE EU ESQUECI DE DIZER QUE EU ESTOU ME PREPARANDO PARA UM CONCURSO PUBLICO QUE SERA NESTE MÊS DE JANEIRO 2018 NO MUNICÍPIO DE IPIXUNA DO PARÁ. E O QUE A BANCA ESTA PEDINDO ENCONTREI NESSA PAGINA DE NOÇÃO DE PRIMEIRO SOCORRO COM VOCÊS. ESTOU AMANDO E QUERENDO TER MAS CONHECIMENTO. MEU MUITO OBRIGADO BELÉM, 09 DE JANEIRO DE 2018

  • mm
    Maxi Educa 09 jan 2018

    Bom dia Helena. Sua prova se aproxima, empenhe-se ao máximo nesse final, estude as matérias com empenho e aproveite o dia anterior para descansar sua mente, já que no próximo dia você precisará de muita energia. Boa sorte. Estamos aguardando seu retorno para nos falar como foi em sua prova, independente do resultado. Saber que fomos colaboradores de seu objetivo nos deixa lisonjeados. Não se esqueça, volte e nos comunique.

  • HELENA 09 jan 2018

    gostaria de saber qual a diferença da urgência para emergência.

  • mm
    Maxi Educa 09 jan 2018

    Bom dia Helena. Abaixo segue a diferença entre Urgência e Emergência: artigo 1º da Resolução n. 1.451 do Conselho Federal de Medicina: Artigo 1º − [...] Parágrafo Primeiro − Define-se por URGÊNCIA a ocorrência imprevista de agravo à saúde com ou sem risco potencial de vida, cujo portador necessita de assistência médica imediata. Parágrafo Segundo − Define-se por EMERGÊNCIA a constatação médica de condições de agravo à saúde que impliquem risco iminente de vida ou sofrimento intenso, exigindo, portanto, tratamento médico imediato. Urgência: quando há uma situação que não pode ser adiada, que deve ser resolvida rapidamente, pois se houver demora, corre-se o risco até mesmo de morte. Na medicina, ocorrências de caráter urgente necessitam de tratamento médico e muitas vezes de cirurgia, contudo, possuem um caráter menos imediatista. Esta palavra vem do verbo “urgir” que tem sentido de “não aceita demora”: O tempo urge, não importa o que você faça para tentar pará-lo. Estado grave, que necessita atendimento médico, embora não seja necessariamente urgente. Exemplos: contusões leves, entorses, hemorragia classe I, etc. Emergência: quando há uma situação crítica ou algo iminente, com ocorrência de perigo; incidente; imprevisto. No âmbito da medicina, é a circunstância que exige uma cirurgia ou intervenção médica de imediato. Por isso, em algumas ambulâncias ainda há “emergência” escrita ao contrário e não “urgência”. Estado que necessita de encaminhamento rápido ao hospital. O tempo gasto entre o momento em que a vítima é encontrada e o seu encaminhamento deve ser o mais curto possível. Exemplos: hemorragias de classe II, III e IV, etc. Esperamos ter esclarecido sua dúvida. Agradecemos esta e outras participações em nosso post.

  • HELENA 10 jan 2018

    bom dia o que a banca nos pede para estudar: noção básicas de socorro de urgência. .

  • Sidney Barbosa 29 jun 2018

    Muito bom informações, muito importantes a seres tomadas nas escola . Obs; sou Técnico de Segurança do Trabalho, Curso de Bombeiro Civil Estou cursando Técnico de enfermagem. OBRIGADO!

  • mm
    Maxi Educa 02 jul 2018

    Bom dia Sidney Ficamos gratos que você tenha participado, com o seu comentário. Poxa que bacana, continue estudando, o conhecimento é o nosso bem mais valioso e um elogio vindo de você que já é profissional da área deixa-nos muito contentes. Acompanhe-nos nas redes sociais. Facebook: https://goo.gl/fgnB61 Instagram: https://goo.gl/xe1LmU YouTube: https://goo.gl/REyOiW

  • Jaciara 15 jul 2018

    Muito bom!tirei minhas dúvidas,pois os mitos são muitos.

  • mm
    Maxi Educa 16 jul 2018

    Bom dia Jaciara. Obrigada por ter deixado os seus comentário. Ficamos muito felizes por ter auxiliado seu conhecimento, esclarecendo algumas dúvidas sobre esse tema. Acompanhe-nos nas redes sociais. Facebook: https://goo.gl/fgnB61 Instagram: https://goo.gl/xe1LmU YouTube: https://goo.gl/REyOiW

  • alosangela 16 set 2018

    sou professora Ana gostei muito do material. mais não consegui copiar .

  • mm
    Maxi Educa 17 set 2018

    Bom dia Alosangela Obrigada por deixar aqui o seu comentário. De fato nosso blog está no modo que não tem como copiar, mais você pode usar para seus estudos :) Temos mais posts sobre Educação, basta acessar: http://blog.maxieduca.com.br/educacao/ Acompanhe-nos nas redes sociais. Facebook: https://goo.gl/fgnB61 Instagram: https://goo.gl/xe1LmU YouTube: https://goo.gl/REyOiW

  • neide 01 out 2018

    boa tarde, vou fazer um concurso onde pede primeiro socorros escolar, adorei o conteudo me ajudou muito, grata

  • mm
    Maxi Educa 02 out 2018

    Boa tarde Neide. Obrigada participar do nosso blog, deixando aqui o seu comentário. É muito bom saber que conseguimos trazer um assunto que será tema do seu concurso. Temos muitas postagens em Educação: http://blog.maxieduca.com.br/educacao/ Acompanhe-nos nas redes sociais. Facebook: https://goo.gl/fgnB61 Instagram: https://goo.gl/xe1LmU YouTube: https://goo.gl/REyOiW

  • Cleo 09 out 2018

    Muito bom!

  • mm
    Maxi Educa 10 out 2018

    Bom dia Cleo. Obrigada por participar do nosso blog deixando aqui o seu comentário. Temos outros posts sobre educação, acesse: https://blog.maxieduca.com.br/educacao/ Acompanhe-nos nas redes sociais. Facebook: https://goo.gl/fgnB61 Instagram: https://goo.gl/xe1LmU YouTube: https://goo.gl/REyOiW

  • daiusa 27 out 2018

    bom dia,sem duvidas adorei o conteudo ,sera muito util na prova q irei prestar.

  • mm
    Maxi Educa 29 out 2018

    Bom dia Daiusa Agradecemos imensamente sua participação em nosso blog e seu comentário. É muito bom saber que conseguimos elaborar um conteúdo que tenha ajudado os seus estudos. Temos outros posts sobre Saúde, basta acessar: https://blog.maxieduca.com.br/terca-da-saude/ Acompanhe-nos nas redes sociais. Facebook: https://goo.gl/fgnB61 Instagram: https://goo.gl/xe1LmU YouTube: https://goo.gl/REyOiW

  • VALERIA APARECIDA VELHO 23 nov 2018

    BOA NOITE GOSTEI MUITO DESTE CONTEÚDO DE PRIMEIROS SOCORROS, GOSTARIA DE RECEBER EM MEU EMAIL.......VALERIA.VELHO@OUTLOOK.COM...........QUERO PARA IMPRIMIR...........OBRIGADA.VALERIA.

  • mm
    Maxi Educa 23 nov 2018

    Boa Tarde Valeria!! Não disponibilizamos este conteúdo por outros meios, o blog encontra se acessível somente em nosso site. Agradecemos por participar do nosso blog. Caso tenha interesse, você pode fazer uma captura de imagem do conteúdo. Acompanhe-nos nas redes sociais. Facebook: https://goo.gl/fgnB61 Instagram: https://goo.gl/xe1LmU YouTube: https://goo.gl/REyOiW

Quer receber notícias sobre Concursos Abertos? Cadastre-se em nossa newsletter


Sobre nós

Somos o Instituto Maximize de Educação, uma empresa especializada na preparação de Apostilas em PDF e Cursos Online para Concursos Públicos e Vestibulares.

Saiba mais