fbpx

Saiba tudo sobre Psicometria no campo da Psicologia

Por Alan Martins de Souza 12 dez 2021 - 6 min de leitura
6 min

Você sabe o que é a psicometria e como esse campo da Psicologia auxilia o trabalho dos profissionais da área? Descubra agora!

A Psicologia é uma ciência vasta, com diversos campos e teorias. Há a Psicologia Clínica, talvez a mais conhecida, a Psicologia Social, a Educacional e por aí vai. Mas, por ser um campo tão amplo, algumas coisas podem ficar abstratas. Não à toa, visto que a Psicologia estuda a mente e o comportamento humanos!

Afinal, o que é a Psicometria?

A psicometria alia o uso de métricas, da estatística, ao conhecimento psicológico. Basta analisarmos o termo: “psico” de psiquismo, processos mentais; “metria” de medida, mensuração.

Com a intenção de tornar a Psicologia uma ciência mais concreta, com dados palpáveis, buscou-se apoio na teoria da medida em ciências em geral, que tem por base o método quantitativo. A vantagem dessa proposta é a possibilidade de uma maior precisão na descrição de dado fenômeno, no caso, o psicológico.

https://giphy.com/gifs/under-construction-measure-up-3og0IQttlo3NfcsIiQ

A origem da psicometria está atrelada à psicofísica dos alemães Ernst Heinrich Weber e Gustav Fechner. Contudo, o inglês Francis Galton, que elaborou alguns testes para mensurar processos mentais, é tido como o pai da psicometria, embora tenha sido Leon Louis Thurstone o responsável por diferenciá-la da psicofísica.

No início, a psicometria consistia na medida do comportamento do organismo por meio de processos mentais (lei do julgamento comparativo). Atualmente, existem duas vertentes: a teoria clássica dos testes (TCT) e a teoria de resposta ao item (TRI).

O objetivo da TCT é explicar o resultado final total, ou seja, a soma das respostas dadas a uma série de itens, expressa no chamado escore total (T). Em um teste de 40 itens de aptidão, por exemplo, o T seria a soma dos itens corretamente acertados. Se for dado 1 para um item acertado e 0 para um errado, e a pessoa acertou 30 itens e errou 10, seu escore T seria de 30.

Por outro lado, o escore total não importa para a TRI. O que realmente importa aqui é cada um dos 40 itens e qual é a probabilidade e quais são os fatores que afetam esta probabilidade de cada item individualmente ser acertado ou errado (em testes de aptidão) ou de ser aceito ou rejeitado (em testes de preferência: personalidade, interesses, atitudes).

Sendo assim, a TCT visa a produção de testes de qualidade, a TRI, a produção tarefas (itens) de qualidade.

Psicometria e os testes psicológicos

A psicometria está intimamente relacionada aos testes psicológicos, pois é através destes que ocorre mensuração. Por meio dos testes, é possível medir o nível de inteligência, emotividade, sociabilidade, atenção concentrada, maturidade motora, criatividade, personalidade, entre outras variáveis. Os testes também auxiliam a avaliação de transtornos psicológicos, como o transtorno afetivo bipolar e a depressão.

https://pixabay.com/pt/vectors/mancha-de-tinta-teste-de-rorschach-158309/

Legenda da imagem: O teste de Rorschach (e seus “borrões”) é um dos mais conhecidos do público em geral, dada sua divulgação por meio da cultura pop. Rorschach, por exemplo, é o nome de um personagem dos quadrinhos Watchmen.

É bem provável que você já tenha passado por uma bateria de testes psicológicos. Todos aqueles que possuem CNH (Carteira Nacional de Habilitação) já foram “testados”. É o popular “Exame Psicotécnico”, mesmo que, desde 1998, no Código de Trânsito Brasileiro, essa nomenclatura não é mais utilizada, sendo substituída por “Avaliação Psicológica”. Quem segue, ou deseja seguir a carreira militar, também conhece a avaliação psicológica, tenho certeza.

Como os psicólogos utilizam a psicometria?

Conforme exposto acima, os psicólogos fazem uso da psicometria auxiliados pelos testes psicológicos. Os testes são instrumentos de uso privativo dos psicólogos, segundo afirma o Conselho Federal de Psicologia (CFP) na Resolução 9/2018:

“[…] a utilização de métodos e técnicas psicológicas constitui função privativa da psicóloga e do psicólogo, com base nos objetivos previstos no parágrafo 1º, do art. 13, da Lei nº 4.119, de 27 de agosto de 1962, e no art. 4º, do Decreto nº 53.464/1964 […].”

Os testes são ferramentas versáteis e importantíssimas para um diagnóstico mais preciso e confiável, ou para conhecer as habilidades de um candidato. Por isso são utilizados em vários campos de atuação, tais quais clínico, jurídico, educação e na seleção de pessoas.

Além do conhecimento técnico e teórico a respeito do teste a ser utilizado, os psicólogos devem visitar o Sistema de Avaliação de Testes Psicológicos (SATEPSI). O SATEPSI foi desenvolvido pelo CFP com o objetivo de avaliar a qualidade técnico-científica de instrumentos psicológicos para uso profissional, a partir da verificação objetiva de um conjunto de requisitos técnicos e divulgar informações sobre os testes psicológicos à comunidade e aos profissionais.

Caso determinado teste tenha um aval favorável do SATEPSI, seu uso está liberado e os documentos elaborados a partir de seus resultados são válidos. Caso o teste não tenha um parecer favorável do SATEPSI, seu uso não é recomendado, já que seus resultados não terão validade. É uma maneira de evitar problemas jurídicos, pois o uso de testes com parecer desfavorável é considerado falta ética.

Psicometria, uma área a ser explorada

Bem, a psicometria não é novidade, os testes existem há muito tempo. Todavia, as sociedades estão em constante movimento, mudanças ocorrem com frequência. Nossa atual era, a da tecnologia, é dinâmica e repleta de novidades. Nada permanece novo por muito tempo, não é fácil para o ser humano acompanhar a tecnologia!

https://giphy.com/gifs/3d-technology-iphone-1gVlCFNBVQVeCFuY0O

Considerando tal fato, é preciso reconhecer que nosso psiquismo e comportamentos acabam se adaptando aos novos tempos, às novidades. Sem falar que diversas áreas também vão se modificando. A escola de hoje não é a mesma de tempos atrás, muito menos o mercado de trabalho.

Há um campo extenso para os psicólogos explorarem. Quantos novos testes poderão surgir a partir de tantas mudanças? É até difícil imaginar! Sem falar dos testes importados, que precisam ser adaptados para a realidade de nosso país.

No Brasil, a psicometria é uma área que ainda pode ser muito investigada, dada sua relevância. Para isso ocorrer, além do investimento em centros de formação, é preciso o interesse de pesquisadores e uma maior divulgação de seus resultados para o público. É uma área que certamente não pode ser ignorada.

Já que estamos falando em Psicologia…

Se você chegou até aqui, imagino que seu interesse pela psicometria vem por um interesse maior: a Psicologia! Já pensou em ser aprovado em um concurso público, sei lá, tipo o de um Tribunal de Justiça da vida? Pois é, seria um sonho, não é mesmo? Além de uma carreira de respeito, o salário também é um grande atrativo!

A Maxi Educa está aqui para te ajudar na conquista desse sonho. Além de apostilas que abordam todos os conteúdos dos editais, temos cursos online que vão te preparar para aquele cargo público que você tanto almeja!

Meu convite está feito. Visite https://www.maxieduca.com.br/ e tenha o sucesso em suas mãos!

Obrigado pela visita,

Até a próxima!

Qual sua dúvida ou comentário sobre esse conteúdo?

Os campos com (*) são obrigatórios e seu email não será publicado

Quer receber notícias sobre Concursos Abertos? Cadastre-se em nossa newsletter


    Sobre nós

    Somos o Instituto Maximize de Educação, uma empresa especializada na preparação de Apostilas em PDF e Cursos Online para Concursos Públicos e Vestibulares.

    Saiba mais