Fique por dentro de dicas que auxiliarão no momento de escrever uma redação para concurso

Apesar de redação não ser prova obrigatória em todos os concursos, quando ela aparece torna-se personagem principal!
Por Maxi Educa 01 mar 2018 - 5 min de leitura
5 min

Apesar de redação não ser prova obrigatória em todos os concursos, quando ela aparece torna-se personagem principal!

 Apesar de redação não ser prova obrigatória em todos os concursos, quando ela aparece torna-se personagem principal!

O que não podemos é transformá-la em vilã!!

Serão dadas algumas dicas que facilitarão a sua produção e você verá que, tendo o preparo necessário, terá até prazer em realizá-la.

A primeira dica é estar por dentro do assunto. Mas qual deles?

Isso mesmo, é necessário ter conhecimento sobre atualidades, em todas as áreas. E como??? Informando-se!!!

Além de televisão, jornais e revistas impressos, existem as informações on-line! Muitos se surpreenderão com esta informação, porém é isso mesmo. A internet, por meio do seu celular, computador, netbook, notebook etc, não permite acesso apenas às redes sociais, mas também a informações!

Assim, antes de entrar em site de relacionamento ou em aplicativos de mensagem instantânea, dê uma passeada pelas notícias atuais. Faça diariamente, até se tornar um hábito. Você perceberá a diferença no momento de escrever. Ter conhecimento do assunto sobre o qual está escrevendo é 60% da redação. Dessa maneira, sobrará mais tempo para pensar na estrutura da mesma, em como desenvolverá seus argumentos e parágrafos. E como não é dado o tema anteriormente, não há como focar em apenas um assunto.

Utilizando celular

Por isso, esteja atualizado em todas as áreas do conhecimento, da ciência à economia, da política ao esporte, da saúde ao entretenimento.

Dicas sobre Redação

Outra dica importantíssima é ter conhecimento do Gênero Textual que será exigido. Alguns concursos pedem redação oficial, outros texto dissertativo-argumentativo, ou ainda um dos três tipos mais comuns de textos (narrativo, descritivo ou dissertativo) que ficarão sabendo apenas no momento da prova. Ao se preparar para o concurso, estude as características de cada gênero a fundo, sua estrutura, linguagem e adequação de uso. Caso tenha dúvida em Gênero Textual, dê uma olhada neste post http://blog.maxieduca.com.br/generos-textuais-comunicacao/

Muitos candidatos perdem pontuação por não distinguirem tema de título. Tema é o assunto que será tratado em seu texto, o qual constará na proposta de redação e do qual você não deve fugir, podendo zerar sua redação se o fizer. Quanto ao título, é aquele que vem na primeira linha do seu texto e que deve ter ligação com o tema.

Vamos exemplificar. Imagine que a proposta de sua redação seja: “Manifestações populares e segurança nacional: os limites para a preservação da integridade física e moral”, este será o tema de sua redação, o assunto que será desenvolvido. Em relação ao título, há inúmeras opções, como: Protesto sem violência.

Nem todo concurso exige título, fique atento ao Edital (sempre leia o edital completo antes de realizar a prova) e às orientações presentes no início da prova ou na proposta de redação. Lá dirá se é obrigatório ou não a colocação de título, muitas vezes é opcional.

– Cara a cara com a redação – dicas para o momento da escrita.

Após ter conhecimento do gênero exigido e do assunto proposto, é necessário organizar suas ideias. Um excelente conselho é fazer um esboço antes de iniciar seu texto. Faça-o em tópicos mesmo, coloque todos os argumentos que tem em mente. Em seguida, terá que escolher no máximo três (dois é perfeito) deles, selecione aqueles que conseguirá desenvolver melhor, com mais facilidade. Então divida seu texto em: Introdução, desenvolvimento e conclusão (caso o gênero exija). Cada parágrafo terá uma média de cinco linhas, e o texto três ou quatro parágrafos (divida de acordo com o número máximo de linhas).

Agora é que utilizaremos a tão temida gramática, análise sintática, que muitos acreditam não ter utilidade!!! Após a escrita, releia fazendo você mesmo a correção de seu texto, lembrando as regrinhas que aprendeu: acentuação, pontuação, concordância, regência etc. E é só passar seu texto a limpo!!!!

Tempo

Aí bate o desespero: e o tempo???

Parece que o tempo para a redação é sempre insuficiente. Por isso TREINE, PRATIQUE sempre. Escreva em casa com frequência, mesmo que não tenha ninguém especialista para corrigir seu texto, seu corretor pode ser seu pai, irmã ou namorado, e você mesmo!! Escreva sua redação e guarde-a por dois dias, então releia, você irá se surpreender com suas próprias correções. Fica a dica!!!

Depois de tanto exercitar, seu tempo renderá consideravelmente.

Para finalizar, darei dicas, as quais chamo de Estética textual.

Assim como todos nós, um texto também precisa ter uma boa apresentação. O essencial é o conteúdo, todavia, a aparência ajuda bastante!

A começar pela caligrafia. Sua letra tem que ser no mínimo legível, o que não for compreensível será ignorado pelo corretor, prejudicando a coerência e a coesão de seu texto. Quanto ao tipo de letra (cursiva/de mão ou bastão/de forma), dependerá da exigência da instituição. Caso não seja especificado, você poderá optar (o que ocorre na maioria).

Em relação ao título. Centralize-o, apenas a primeira palavra com letra maiúscula (com exceção de substantivos próprios) e utilize a mesma cor de caneta do texto. Não queira destacar seu título utilizando uma cor chamativa, a criatividade é que deverá chamar a atenção do corretor, e não se esqueça de relacioná-lo com o texto!!!

Atente-se às rasuras, caso erre alguma palavra, não utilize corretivo nem rabisque a palavra, apenas faça um traço e reescreva-a corretamente adiante.

Exemplo:

Os Relatórios das Organizações das Nações Unidas (ONU) sobre a gestão e desenvimento desenvolvimento dos recursos hídricos alertam para a preservação e proteção dos recursos naturais do planeta, sobretudo da água.

No meio de tantas dicas, gostaria de destacar uma que considero essencial para uma boa escrita: LER. Ler não só aumenta o conhecimento como auxilia na escrita. Leia sempre.

E muita calma e concentração no momento da prova, você se preparou o que pode, agora é mãos à obra!!

Bons estudos a todos e deem um like, compartilhem, comentem…leiam!!

Referências:

<https://www.todamateria.com.br/texto-dissertativo/>. Acessado em 29/01/2018 às 14h51.
AQUINO, Renato. Redação para concursos: teoria e testes. 12 ed. – Niterói, RJ: Impetus, 2010.
PARANHOS, Paulo. Redação oficial para concursos. Niteróis, RJ: Impetus, 2016.
fonte das imagens: https://pixabay.com

Fique com um super presente ao final desse post. Que tal dar uma lida em Redação Oficial? Clique e confira.

Veja quais são os tipos de comunicações da Redação Oficial e suas principais características

Tutora: Carola Lopes Braz

Qual sua dúvida ou comentário sobre esse conteúdo?

Os campos com (*) são obrigatórios e seu email não será publicado

Quer receber notícias sobre Concursos Abertos? Cadastre-se em nossa newsletter


Sobre nós

Somos o Instituto Maximize de Educação, uma empresa especializada na preparação de Apostilas em PDF e Cursos Online para Concursos Públicos e Vestibulares.

Saiba mais