fbpx

Você conhece as matérias obrigatórias com a Reforma do Ensino Médio e a Medida Provisória nº 746/2016?

Por Ana Maria Quiqueto 10 out 2016 - 3 min de leitura
3 min

A Reforma do ensino médio acabou criando vários conflitos entre diversas pessoas, seja da área da educação quanto os próprios alunos e responsáveis. Acompanhe as mudanças, de acordo com a Medida Provisória 746/2016.

reforma-do-ensino-medio

 

 

Medida Provisória nº 746/2016

 

 

 

 

Reforma do Ensino Medio

A Medida Provisória nº 746/2016 tem a intenção de fazer com que o ensino médio tenha, ao longo de três anos, metade da carga horária do conteúdo obrigatório, definido pela Base Nacional Comum Curricular.

O tempo restante deve ser flexibilizado a partir dos interesses do aluno e de cada caso específico na rede de ensino no Brasil.

Os alunos poderão escolher quais matérias deseja se aprofundar, como por exemplo: linguagens, matemática, ciências da natureza e ciências humanas.

 

Nova Carga Horária com a reforma

 

 

carga-horaria

A carga horária mínima anual deverá ser progressivamente ampliada, no ensino médio, para mil e quatrocentas horas, observadas as normas do respectivo sistema de ensino e de acordo com as diretrizes, os objetivos, as metas e as estratégias de implementação estabelecidos no Plano Nacional de Educação.

 

Currículos Obrigatórios

 

 

curriculo-obrigatorio

Os currículos devem abranger, obrigatoriamente, o estudo da língua portuguesa e da matemática, o conhecimento do mundo físico e natural e da realidade social e política, especialmente da República Federativa do Brasil.

O ensino da arte, especialmente em suas expressões regionais, constituirá componente curricular obrigatório da educação infantil e do ensino fundamental, de forma a promover o desenvolvimento cultural dos alunos.

A educação física, integrada à proposta pedagógica da escola, é componente curricular obrigatório da educação infantil e do ensino fundamental, sendo sua prática facultativa ao aluno:

No currículo do ensino fundamental, será ofertada a língua inglesa a partir do sexto ano.

O currículo do ensino médio será composto pela Base Nacional Comum Curricular e por itinerários formativos específicos, a serem definidos pelos sistemas de ensino, com ênfase nas seguintes áreas de conhecimento ou de atuação profissional: 

I – linguagens;    

II – matemática;   

III – ciências da natureza;  

IV – ciências humanas; e 

V – formação técnica e profissional.

O ensino de língua portuguesa e matemática será obrigatório nos três anos do ensino médio.

 

 

Vantagens da reforma no Ensino Médio

 

 

vantagens-da-reforma

Muitos alunos reclamam que saem da escola exaustos por não gostarem do que estudam, como por exemplo, estudam química e querem fazer curso superior em uma área que não tenha nada a ver.

Com isso, o ensino médio não se torna atrativo, pois são 13 matérias obrigatórias em 5 horas diárias.

O novo ensino médio deve diminuir as disciplinas, que passariam a ser dividas em linguagens, matemática, ciências da natureza e ciências humanas.

 

Movimento ‘Todos Pela Educação’

 

 

todos-pela-educacao

 

Este movimento visa trazer à tona a defasagem que o Brasil vem enfrentando atualmente, pois a taxa de abandono das salas de aula chegam a quase 7%.

O Brasil optou por um modelo unificado de ensino, diferenciando-se assim dos países desenvolvidos como Estados Unidos, outros países da Europa e até mesmo alguns da América Latina.

 

Agora passo a bola para você

 

 

passo-a-bola

O que você acha sobre a reforma? Esse assunto está sendo muito debatido e vem causando grandes polêmicas, com certeza você tem sua opinião à respeito.

Deixe aqui seu comentário e fique de olho em nossos próximos blogs.

 

Qual sua dúvida ou comentário sobre esse conteúdo?

Os campos com (*) são obrigatórios e seu email não será publicado

Quer receber notícias sobre Concursos Abertos? Cadastre-se em nossa newsletter


    Sobre nós

    Somos o Instituto Maximize de Educação, uma empresa especializada na preparação de Apostilas em PDF e Cursos Online para Concursos Públicos e Vestibulares.

    Saiba mais