Urgência ou Emergência? Tem diferença?

Por Maxi Educa 16 jun 2016 - 2 min de leitura
2 min

Popularmente, diferenciar emergência de urgência não é tarefa fácil, pois os temas são bastante próximos; contudo, na área da saúde estas palavras têm significados bastante diferentes e definem qual o tratamento que o paciente deverá receber.

Para estabelecer traços distintivos entre estas palavras, primeiro vamos nos socorrer da lei. O art. 1º da Resolução 1.451 do Conselho Federal de Medicina, assim as define:

 Artigo 1º − […]

Parágrafo Primeiro − Define-se por URGÊNCIA a ocorrência imprevista de agravo à saúde com ou sem risco potencial de vida, cujo portador necessita de assistência médica imediata.

Parágrafo Segundo − Define-se por EMERGÊNCIA a constatação médica de condições de agravo à saúde que impliquem risco iminente de vida ou sofrimento intenso, exigindo, portanto, tratamento médico imediato.(g.n).

Ainda está em dúvida? Então vamos explicar…

Urgência é o termo utilizado quando se tem uma situação crítica que podem ou não apresentar risco de morte para o paciente. São situações em que o profissional da saúde terá que realizar uma intervenção de forma rápida e proporcional à gravidade. Ex: fraturas (não expostas), cólicas renais, aumento de pressão arterial, entre outras.

Já a emergência ocorre quando se tem uma situação que precisa ser resolvida de imediato, visto que qualquer demora pode comprometer a vida do paciente, causar-lhe intenso sofrimento ou risco de lesão permanente.

Toda emergência demanda tratamento médico e, embora este deva ser prestado de forma imediata, seus efeitos podem se prolongar no tempo, a exemplo das terapias quimioterápicas. São ainda exemplos de situações emergenciais: fraturas expostas, paradas cardiorrespiratórias e hemorragias graves.

Ficou mais claro?

Podemos resumir a matéria da seguinte forma: a emergência é mais grave que urgência, pois implica em risco de vida. É exatamente por isto que as ambulâncias têm estampada a palavra “emergência”. Também é por isto que algumas pessoas são atendidas antes de outras.

Muitos hospitais e prontos-socorros utilizam o Protocolo de Manchester para definir a prioridade no atendimento prestado. Por este método, as situações são classificadas por cores: vermelho (emergência), amarelo (urgente) e verde (eletivo).

Como a gravidade é diferente nessas cores, os pacientes vermelhos são atendidos em primeiro lugar, seguidos dos amarelos e dos verdes.

Entendeu porque algumas pessoas são atendidas antes de você? Ainda que você esteja sofrendo, este é um bom sinal, afinal, você não corre risco iminente de vida 😉

Para você mandar bem no concurso, guarde:

nn

Gostou deste texto? Então, compartilhe conosco suas dúvidas e nos dê sugestões!

Qual sua dúvida ou comentário sobre esse conteúdo?

Os campos com (*) são obrigatórios e seu email não será publicado

Quer receber notícias sobre Concursos Abertos? Cadastre-se em nossa newsletter


Sobre nós

Somos o Instituto Maximize de Educação, uma empresa especializada na preparação de Apostilas em PDF e Cursos Online para Concursos Públicos e Vestibulares.

Saiba mais